Quinta-feira , Dezembro 13 2018
ÚLTIMAS
Home / RALI / Magalhães lidera prova demolidora
Magalhães lidera prova demolidora

Magalhães lidera prova demolidora

Magalhães lidera prova demolidor

O segundo dia do Rali da Acrópole revelou-se um autêntico calvário para as equipas presentes, onde “sobrevivência” foi a palavra de ordem deste sábado. Uma verdadeira hecatombe de furos no decorrer da primeira passagem pela especial de Drossochori (25.10 km) ditou uma verdadeira reviravolta na classificação onde o então já “hiper-tranquilo” líder Alexey Lukyanuk não evitou um toque numa berma partindo uma roda e a direcção assistida do seu Ford Fiesta R5 (Rally 2). Na mesma especial Yuriy Protasov (Škoda Fabia R5), Juuso Nordgren (Škoda Fabia R5) e Eyvind Brynildsen (Ford Fiesta R5) furaram, perdendo todos eles na ordem dos 3 minutos para o piloto mais rápido, Bruno Magalhães. O segredo esteve numa condução rápida q.b. do piloto luso mas evitando a tudo o custo furar com o seu Skoda Fabia R5 e num ápice ascendia a liderança da prova, tendo vencido mais duas especiais até ao final do dia.

Aumentando paulatinamente a sua vantagem para mais de um minuto, o húngaro Norbert Herczig é agora o segundo da geral (+1:04.7) e tem o polaco Hubert Ptaszek já a mais de 47 seg. de distância, num pódio provisoriamente ocupado por três Skoda Fabia R5. Simos Galatariotis (Skoda Fabia R5) ocupa a quarta posição da geral (+2:26.1) aproveitando a desistência (sem direcção assistida) de Alexandros Tsouloftas para ser o melhor piloto local. Depois do já referido furo e de problemas nos intercomunicadores no seu Ford Fiesta R5, Eyvind Brynildsen é o quinto da geral e encontra-se diante do Škoda Fabia R5 de Grzegorz Grzyb que partiu uma jante na derradeira especial do dia, caindo quatro posições na geral. Quanto a Aloísio Monteiro tem igualmente sobrevivido à dureza dos troços gregos sendo o 15º. da geral.
Destaques para os abandonos dos Skoda Fabia R5 de Yuriy Protasov (radiador partido) e de Juuso Nordgren (furos) enquanto Łukasz Habaj voltou a abandonar a prova (jante partida) depois de ter se despistado ontem como seu Ford Fiesta R5.

Na ERC 2 Tibor Érdi jun. em Mitsubishi Lancer Evo X mantém a liderança da prova tendo aumentado para mais de 50 seg. a sua vantagem para o argentino Juan Carlos Alonso em carro idêntico. O pouco conhecido piloto da India Amittrajit Ghoshtal em Ford Fiesta R2 aproveitou as desistências do piloto russo Artur Muradian (Peugeot 208 R2) e do grego Chrisostomos Karellis (Citroën DS3 R3T Max) para liderar agora na ERC 3…

Classificação geral após o 2.º dia de prova:
1. Magalhães B. – Magalhães H. 1:59:59.2
Škoda Fabia R5
2. Herczig Norbert – Ferencz R. +1:04.7
Škoda Fabia R5
3. Ptaszek H. – Szczepaniak M. +1:51.7
Škoda Fabia R5
4. Galatariotis S. – Ioannou A. +2:26.1
Škoda Fabia R5
5. Brynildsen E. – Gulbæk Engan V. +3:12.9
Ford Fiesta R5
6. Grzyb Grzegorz – Wróbel Jakub +4:23.9
Škoda Fabia R5
7. Serderidis J. – Miclotte F. +4:44.8
Škoda Fabia R5
8. Nobre Paulo – Morales Gabriel +4:56.9
Škoda Fabia R5
9. Érdi jun. Tibor – Papp G. +6:12.9
Mitsubishi Lancer Evo X
10. Halkias E. – Mahaeras L. +6:15.1
Škoda Fabia R5
11. Avcioglu Orhan – Korkmaz B. +6:21.4
Škoda Fabia R5
12. Alonso J. – Monasterolo J. +7:04.0
Mitsubishi Lancer Evo X
13. Remennik Sergey – Rozin Mark +8:06.1
Mitsubishi Lancer Evo X
14. Panteli P. – Christodoulou K. +8:23.0
Mitsubishi Lancer Evo X
15. Monteiro A. – Couceiro A. +8:56.7
Škoda Fabia R5
16. El Nak jr – Vigkos Andreas +19:59.5
Renault Clio R3 Maxi
17. Ghosh Amittrajit – Naik Ashwin +20:57.8
Ford Fiesta R2
18. Falcón E. – González Delgado E. +23:21.4
Citroën DS3 R3T Max

 

 

CARLOS DA SILVA

Photo credits @ Copyrights @ AT World

 

Scroll To Top