Sábado , Maio 30 2020
ÚLTIMAS
Home / RALLYCROSS / MÁRIO BARBOSA NÃO TEVE A SORTE PELO SEU LADO (por Rodrigo Vasconcelos)
MÁRIO BARBOSA NÃO TEVE A SORTE PELO SEU LADO (por Rodrigo Vasconcelos)

MÁRIO BARBOSA NÃO TEVE A SORTE PELO SEU LADO (por Rodrigo Vasconcelos)

Mário Barbosa terminou o Ralicross da Grã-Bretanha na 12ª. posição, depois de se ter classificado na sexta posição, na primeira meia-final.

Uma pista desconhecida, uma concorrência muito forte e algum azar à mistura levaram a que Mário Barbosa, com o Citroën Saxo Kit-car, terminasse na 12ª. posição. Foi apurado para a primeira meia-final, se calhar a mais forte das duas, mas nela não conseguiu dar mais do que três voltas completas, pois capotou no decorrer da quarta, ficando na sexta posição. A corrida foi interrompida no decorrer da sexta volta.

O capotanço não teve consequências, que não fosse alguma chapa amolgada.
Com um carro abaixo dos da concorrência, Mário Barbosa provou que pode competir com os melhores pilotos do Europeu de Ralicross, nos Super 1600.
Em Lydden Hill, Mário Barbosa conquistou nove pontos, para o Campeonato da Europa da Super 1600.
A vitória, nesta meia-final, foi para o letão Artis Baumanis, com um Renault Twingo. Na outra meia-final, Krisztián Szabó, um húngaro que pilota um Skoda Fábia, foi o grande vencedor.
Na final, o húngaro Krisztian Szabo foi o mais rápido, seguido de Artis Baumanis.O checo Josef Susta, com outro Fábia, foi o terceiro classificado.

 

Foto by Johnny Loix

 

Scroll To Top