Sábado , Julho 20 2019
ÚLTIMAS
Home / MOTOS / Mário Ferreira sobe ao Top 10 em Proença
Mário Ferreira sobe ao Top 10 em Proença

Mário Ferreira sobe ao Top 10 em Proença

 

Mário Ferreira, acompanhado por Carol Baltazar teve uma prestação notável na Baja TT Proença-Oleiros-Mação, ao conquistar mais um lugar no Top 10, nesta que foi a quinta jornada do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno que se disputou nas pistas da região Beirã.

Mário Ferreira e Carol Baltazar que competem no campeonato da modalidade na Categoria Buggy/UTV, começaram por não ser tão bem sucessivos no prólogo que cumpriram em 14º lugar. Um concorrente que saiu na frente, imprimia um ritmo mais lento, obrigando o casal a parar de modo a evitar o intenso pó. Aos comandos do seu Polaris RZR 1000, a dupla entrou na 2ª etapa conseguindo imprimir um ritmo forte e competitivo que lhes foi permitindo subir na tabela classificativa. Logo após o 1º sector selectivo, de 105,02km, já ascendia ao 8º lugar, cumpriu o 2º troço de 118,91km, em 9º lugar, tendo terminado a corrida na 8ª posição da classificação geral.

Mário Ferreira está satisfeito com o resultado alcançado e essencialmente, por conseguir levar a Meritis, associação que pretende dar continuidade à ideia de apoiar jovens com potencial de desenvolvimento nas suas carreiras, ao Top 10. Esta dupla prossegue agora a sua participação na restante temporada “com os olhos postos” no top 5.

“Estou a tentar imprimir um ritmo cada vez mais rápido, mas tenho, neste momento, um problema de travagem para resolver no meu UTV, nomeadamente nestes dias de calor, sempre que eu abuso um pouco dos travões, deixam de funcionar. Ao quilómetro 15 já não tinha travões tive de abrandar o ritmo para deixar o UTV arrefecer. Depois de voltar a ter travões, voltei a deixar de ter. Enfim, é uma situação que eu tenho de resolver. Tenho de verificar se é uma questão de óleo ou de pastilhas. Resolvendo este problema penso que podemos começar a pensar no top 5, é esse o nosso objectivo.”, revela Mário Ferreira.

Para Carol Baltazar “a prova era muito sinuosa, mas desta vez não houve problemas. É uma competição muito dura, mas fantástica. Estava muito calor, mas o traçado estava muito bem sinalizado e tudo correu muito bem. O Mário portou-se lindamente e está a evoluir cada vez mais. Se não fosse este azar dos travões, eu creio que nós estávamos entre os cinco primeiros. Fica para a próxima. Ainda faltam duas provas até ao final do Campeonato”.

O Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno terá agora uma pausa de mais de dois meses e regressa a 11 e 12 de Setembro quando também sob a égide da Escuderia Castelo Branco se disputar a Baja TT Idanha-a-Nova.

 

Scroll To Top