Terça-feira , Setembro 17 2019
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / McLaren de Álvaro Parente na “pole”
McLaren de Álvaro Parente na “pole”

McLaren de Álvaro Parente na “pole”

 

Álvaro Parente tem vindo a evidenciar um excelente nível na sua estreia em Mount Panorama e o seu McLaren 650S arrancará para as 12 Horas de Bathurst da pole-position.

O circuito australiano é considerado um dos mais selectivos do mundo, com a sua zona de montanha entre muros extremamente sinuosa e rápida, sendo qualquer pequeno erro profundamente penalizado com um forte impacto.

Contudo, o português rapidamente se adaptou às exigências do traçado de Mount Panorama, rodando muito próximo dos tempos do seu colega de equipa, Shane van Gisbergen, um especialista da pista.

O neozelandês, fruto do seu conhecimento do traçado que acolhe este fim-de-semana a primeira etapa do Intercontinental GT Challenge, foi quem teve a responsabilidade de qualificar o McLaren 650S #59 da Tekno Autosports, garantindo a pole-position para as 12 Horas de Bathurst com uma volta que lhe permitiu bater o recorde do circuito australiano.

Álvaro Parente mostrou-se bastante satisfeito com o desfecho da qualificação e com a sua adaptação a Mount Panorama, frisando a competitividade do carro concebido e construído pela McLaren GT. “Este circuito é muito exigente e cheio de pequenos segredos que são necessários descobrir, mas estou sentir-me muito à-vontade na pista e gosto bastante do desafio que representa. O McLaren 650S da Tekno Autosports está muito competitivo e o Shane esteve irrepreensível, garantindo-nos a pole-position, o que motiva ainda mais toda a equipa para a corrida”, sublinhou o português.

A formação do carro número cinquenta e nove terá a vantagem de arrancar da primeira posição da grelha de partida, mas sabe que terá um longo exercício pela frente, uma vez que as doze horas de prova e um plantel fortíssimo exigem muito de toda a equipa. “É uma corrida muito longa e neste tipo de provas existem sempre muitas incidências que podem condicionar o resultado. Os nossos adversários são muito fortes, mas toda a equipa vai trabalhar afincadamente para evitar e contornar as dificuldades e podermos terminar as doze horas bem classificados”, apontou o piloto oficial da McLaren GT.

 

Scroll To Top