Sábado , Janeiro 16 2021
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Nacional de Montanha com novas categorias, grupos e classes
Nacional de Montanha com novas categorias, grupos e classes

Nacional de Montanha com novas categorias, grupos e classes

Em fase adiantada de preparação está o Campeonato Nacional de Montanha, sendo que há muitos detalhes que podendo não ser ainda do conhecimento dos principais interessados, os pilotos, a APPAM, Associação Portuguesa de Automóveis de Montanha, decidiu prestar alguns esclarecimentos de modo a que todos pudessem ter em sua posse a informação que precisam para tomar as suas decisões, isto numa competição que é o segundo campeonato Nacional com mais público a assistir às provas, logo a seguir aos ralis. A proximidade do público com a ação, a exemplo do que se passa nos ralis, torna esta competição muito querida dos adeptos, e nem só na Falperra se vê muita gente na estrada.

Assim, a nova regulamentação para 2016, contempla novas categorias, grupos e classes, o que permite a todas as viaturas existentes no parque desportivo poder participar no CNM0 2016. A exemplo dos anos anteriores o CNM 2016 mantám a disputa pelos títulos absolutos e das categorias, que em 2016 passam de quatro para seis. Será introduzida também uma classificação nas diversas classes de cada grupo. Com a nova regulamentação, deverá existir mais competitividade e igualdade entre os pilotos. A criação das diversas classes em todos os grupos e categorias vai permitir que ao contrário dos anos anteriores, se assista a disputas entre viaturas com performances e cilindradas muito idênticas.

A nível de categorias, na 1 mantêm-se os protótipos, na 2 mantêm-se os turismos, mas nesta foram separados os grupos A e N, as viaturas de 2 e 4 rodas motrizes para que exista mais verdade desportiva, mantendo nesta categoria o grupo GT. Na categoria 3, podem entrar todas as viaturas FIA E1, Supercars, todas as viaturas CN Ralicross de qualquer cilindrada, e grupo X, em resumo todas as viaturas que perderam a homologação, que foram alteradas, ou que nunca tenham tido homologação podem entrar nesta Categoria. Foi criada novamente a Categoria 4 para viaturas Ex- troféus por classe de cilindrada. A categoria 5 mantém-se destinada a viaturas clássicas. Na categoria 6 podem entrar todas as viaturas de Clássicos Grupo 5 livre e grupo 6, ou seja aberto a todas que não cabem na categoria 5.

Continuará a existir as TNM 1300 e TNCM 1300 para viaturas com cilindrada limitada a 1300cc para que estas possam competir entre si em condições de igualdade. Com esta regulamentação todas as viaturas poderão participar no CNM 2016. Está tambám em fase de ponderação que as viaturas das ex-Rampas Sprint, TNM 1300 e TNMC 1300 possam participar com uma licença inferior, e valores de inscrição mais reduzidos.

Segundo a APPAM, também as viaturas das ex-Rampas Sprint poderão fazer cinco subidas juntamente com o CNM, mas sempre como prova extra-campeonato. Esta nova regulamentação e com um calendário que contempla um espaçamento entre provas no mínimo de três semanas a APPAM espera que o CNM 2016 possa ser ainda mais competitivo, quiçá o mais disputado de sempre.

 

Scroll To Top