Sábado , Novembro 28 2020
ÚLTIMAS
Home / TODO-O-TERRENO / Nacional de TT ruma ao Alentejo
Nacional de TT ruma ao Alentejo

Nacional de TT ruma ao Alentejo

Depois de um muito participado Raid Paraíso do Todo Terreno organizado pelo Góis Moto Clube em Arganil e Góis, o Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno está de regresso ao Alentejo com a Secção de Motorismo da Sociedade Artística Reguenguense a organizar mais uma edição do Rali TT Reguengos de Monsaraz, Capital dos Vinhos de Portugal que se disputa a 30 de Abril e 1 de Maio.

 

Duelo Maio vs Patrão nas duas rodas

Depois de em 2015 ter alcançado o seu primeiro título absoluto, o piloto da Yamaha António Maio entrou em 2016 com uma vitória, iniciando mais um duelo com o seu principal opositor Mário Patrão que se estreou de KTM na classe TT3. Em Góis o jovem piloto da Yamaha, Sebastian Buhler chegou a intrometer-se na luta pela vitória, mas quedou-se pelo derradeiro lugar de pódio e pela vitória na classe TT1. Também Gustavo Gaudêncio (Honda) passou para a classe TT3. Outros pilotos a ter em conta na prova alentejana são os de David Megre e Salvador Vargas, ambos em KTM e Rui Oliveira, que passou a competir de Yamaha. Também de Yamaha estará o piloto oficial do construtor nipónico, Hélder Rodrigues, que regressa às provas nacionais depois de ter disputado as duas jornadas do Campeonato do Mundo que tiveram lugar no Médio Oriente.

 

Borrego procura rival nos Quad

Perante a confirmação da presença de Beto Borrego (Yamaha) que dominou a prova beirã, procuram-se agora adversários para rivalizar com o piloto de Ponte de Sor. O regressado Arnaldo Martins (Suzuki) foi quem esteve mais próximo em Góis. Em Reguengos os nomes mais sonantes para além dos já citados deverão ser os de Filipe Martins (Kawasaki), os pilotos da Yamaha, Rodrigo Pagaime (vencedor da promoção), Victor Caeiro e Fábio Ferreira e os veteranos António Moreira (Yamaha) e António Azevedo (Honda), isto se não houver surpresas de última hora, como foi a presença de Beto Borrego em Góis.

 

Espetáculo garantido nos UTV & Buggy

A disciplina UTV & Buggy continua a evoluir e seguramente que os seus inúmeros pilotos darão espetáculo em Reguengos e prometem muita animação para a prova alentejana. Em Góis e apesar do domínio final da Polaris, percebeu-se que estamos numa luta a quatro com Polaris, Rage, CanAm e Yamaha em condições de lutar pelas vitórias.

Também em Góis se percebeu que muitos dos estreantes são nomes a ter em conta e por sinal dois deles são precisamente de Reguengos de Monsaraz: Mário Franco que esteve perto da vitória e Nuno Matias, ambos trazidos pelo Troféu CanAm.

De destacar, como novidade, o regresso do jovem campeão de 2013 Nuno Tavares, numa jornada em que apontar nomes para a vitória começa a ser cada vez mais difícil.

Na Polaris são de destacar os nomes de João Dias, Carlos Miranda e Pedro Santinho Mendes o trio que subiu ao pódio em Arganil/Góis e ainda Miguel Jordão, Teo e Roberto Viñaras, Rui Serpa, Mário Ferreira e os estreantes Nuno Nunes e Pedro Carvalho que, de Polaris 1000, foi 6º e venceu a Promoção.

Na CanAm e para além dos já citados pilotos de Reguengos, Vítor Santos irá sempre lutar pela vitória, enquanto Avelino Luís e Jorge Esperto prometem também lutar pelas primeiras posições.

Na Yamaha, Ricardo Carvalho já mostrou as suas credenciais aos comandos do estreante YXZ1000R, enquanto Bruno Martins parece apostado em intrometer o seu Buggy Rage na luta pela vitória absoluta que, por pouco, lhe escapou em Arganil/Góis.

Na competição destinada aos Buggy e para além do piloto oficial da Rage Motorsport, perfilam-se ainda António Ferreira (Rage) Jorge Branco (Smart Hayabusa) e António Estevão, no bonito Proto Bombardier que estreou em Arganil. Uma referência para o facto de o Campeonato de Nacional de Navegadores, estar a originar a presença de cada vez mais duplas nesta competição UTV/Buggy.

 

Senhoras apostam forte no TT

Também a competição no feminino está a crescer no Todo-o-Terreno. Nas duas rodas competem a veterana Flávia Rolo (KTM) e a jovem Catarina Sampaio (Yamaha).

Entre os UTV o duelo entre a francesa Dorothee Ferreira e Rita Oliveira está cada vez mais aguerrido. A elas junta-se Alexandra Ferreira e um número cada vez maior de navegadoras.

 

Troféus e Classe Hobby e Campeonato de Navegadores são excelentes incentivos

Mas não terminam por aqui os atrativos do Rali TT Reguengos de Monsaraz Capital dos Vinhos de Portugal. Na prova alentejana disputa-se a segunda etapa do Troféu Polaris RZR e do Troféu CanAm que em Arganil/Gópis congregaram duas dezenas de concorrentes. A eles junta-se a estreia do Desafio Polaris ACE 2016. Também a classe Hobby promete atrair muitos participantes, assim como o Troféu destinado aos pilotos de um Concelho onde são muitos os apaixonados pelo desportos motorizados.

 

O Rali TT Reguengos de Monsaraz Capital dos Vinhos de Portugal arranca no Sábado dia 30 com um prólogo de aproximadamente cinco quilómetros. No dia seguinte serão disputados dois troços cronometrados, respetivamente com 74 e 151 quilómetros.

 

Scroll To Top