Quarta-feira , Julho 17 2019
ÚLTIMAS
Home / TODO-O-TERRENO / NOVO 3008DKR MAXI ESTREOU-SE COM UMA VITÓRIA NA 1ª ETAPA “SILK WAY RALLY 2017”
NOVO 3008DKR MAXI ESTREOU-SE COM UMA VITÓRIA NA 1ª ETAPA “SILK WAY RALLY 2017”

NOVO 3008DKR MAXI ESTREOU-SE COM UMA VITÓRIA NA 1ª ETAPA “SILK WAY RALLY 2017”

 

 

Após ter monopolizado o pódio na 1ª Etapa do Silk Way Rally 2017, com uma vitória na estreia do novo Peugeot 3008DKR Maxi, a Peugeot voltou a assinar uma nova tripla no final da segunda Especial disputada em solo russo. Com esse resultado, a Peugeot reforçou as suas posições nos três primeiros lugares da Classificação Geral, alargando o fosso para os seus adversários.

 

  • No primeiro dia de competição foi Sébastien Loeb quem alcançou o melhor tempo do dia com o novo 3008DKR Maxi, cumprindo a primeira Especial cronometrada de 61 km, disputada em terreno lamacento e muito complicado, batendo os seus colegas Stéphane Peterhansel e Cyril Despres.
  • No dia seguinte, o novo 3008DKR Maxi cumpriu mais 157 quilómetros cronometrados por estradas escorregadias e lamacentas, com muitas porções inundadas, complementando o trabalho dos dois 3008DKR dos seus colegas de equipa, terminando todos o dia sem encontrar quaisquer dificuldades.
  • Após definir o andamento na 2ª Etapa, estabelecendo o melhor tempo, “Monsieur Dakar” assumiu a liderança provisória da prova, encimando um pódio provisório integralmente Peugeot.

 

EM RESUMO

1ª Etapa: os 3 Peugeot DKR terminaram o primeiro dia competitivo do Silk Way Rally 2017, estabelecendo os três melhores tempos. O “Dream Team” do Team Peugeot Total deram, assim, início da melhor maneira ao rali mais longo do ano e um dos mais difíceis do mundo. Apesar da muita lama que tornava o percurso muito escorregadia, as três formações validaram neste primeiro dia o trabalho realizado, sem relatar qualquer dificuldade em particular.

 

2ª Etapa: A Peugeot voltou a dominar, apesar das condições meteorológicas extremas e de muitas estradas danificadas pelas enchentes. A curta Especial rumo a Ufa integrava seções estreitas e técnicas, e tinha alguns desafios de navegação. Nela o Team Peugeot Total aumentou a sua vantagem sobre os seus principais adversários, um dia antes da realização da primeira Especial, onde há muito tempo a ganhar ou a perder.

 

 

ALGUMAS CURIOSIDADES

Velocidades máximas: 188,7 km/h na 1ª Etapa e 185 km/h na 2ª

Temperaturas: 16°C de máxima na 1ª Etapa e 20°C na 2ª; mínimas de 11°C e 9°C na 2ª

 

 

 

 

O QUE ELES DISSERAM…

 

Stéphane Peterhansel/Jean-Paul Cottret (PEUGEOT 3008 DKR, nº 106)

1º lugar da Geral / 2º mais rápido na 1ª Etapa / Vencedor da 2ª Etapa

“A primeira Especial foi divertida porque era escorregadio e bastante variada, mesmo que sendo curta. Algumas partes assemelhavam-se mais a uma pista de gelo e outras estavam secas, permitindo-nos acelerar. No geral, é o tipo de especial onde há mais a perder do que ganhar, pelo que ao atacar podem ganhar-se alguns segundos, mas o menor erro pode custar minutos. Já no 2º dia e nestas condições foi difícil manter o controlo do carro. Cometemos alguns erros de navegação, mas sem grandes consequências. É um prazer enorme alcançar o melhor tempo, num rali que começou bem mas onde é importante ser-se cauteloso, porque a parte mais complicada está ainda por acontecer e o Team Peugeot Total sabe disso.”

 

Cyril Despres/David Castera (PEUGEOT 3008 DKR, nº 100)

2º lugar da Geral / 3º mais rápido na 1ª Etapa / 2º mais rápido 2ª Etapa

“Depois de três dias em Moscovo estava impaciente por partir para este pequeno aquecimento. Foi complicado mas tentei ser cauteloso e evitar as piores poças de água. Há que não cometer erros na primeira especial. Tive um pequeno problema com o sistema de enchimento dos pneus, que nos atrasou um pouco, mas nada de muito importante. Depois, no segundo dia deparámo-nos com condições muito complicadas durante a Especial, com muita lama e buracos cheios de água. Está tudo bem até agora, mas o importante é acabar esta primeira semana sem problemas. Sob tais condições é fácil cometer um erro. Sinto-me bem com o Peugeot DKR. Estou muito concentrado.”

 

Sébastien Loeb/Daniel Elena (PEUGEOT 3008 DKR MAXI, nº 104).

3º lugar da Geral / Vencedor da 1ª Etapa / 3º mais rápido na 2ª Etapa

“Fizemos uma boa 1ª Especial e assinamos um bom tempo, mesmo se as condições eram complicadas. Era muito barrenta, com estradas bastante estreitas e escorregadias, num dia em que a nossa maior largura não nos dava uma real vantagem. Teve ainda alguns cruzamentos que o Daniel conseguiu gerir muito bem em termos de navegação. No segundo dia também tivemos que lidar com muita lama e pouca aderência. Estávamos um pouco preocupados por abrirmos a estrada, mas fez-se bem. Não registamos nenhum problema até agora, a equipe fez um bom trabalho e o Peugeot DKR Maxi é muito agradável de conduzir.

 

 

Scroll To Top