Sexta-feira , Abril 26 2019
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Nuno Santos desencrava para o triunfo
Nuno Santos desencrava para o triunfo

Nuno Santos desencrava para o triunfo

 

Piloto com mais vitórias nas Super 7 by Kia no Estoril

A promessa tinha sido feita e foi cumprida. Nuno Santos conseguiu dois triunfos em quatro possíveis nas corridas da Super 7 by Kia que se realizaram hoje no Circuito do Estoril e deu um passo importante na luta pelo título. Mais uma vez, mostrou grande competitividade ao volante do Super 7 e somou aos triunfos as voltas mais rápidas e o melhor tempo em ambas as sessões de treinos cronometrados.

“Foi uma excelente operação para o campeonato. Depois dos pontos perdidos em Braga, sabíamos que tínhamos de dar o máximo no Estoril para recuperar. Ontem fizemos alguns testes e a partir da boa base que temos para esta pista, optimizámos a afinação do nosso carro. Ficou muito equilibrado e pude tirar todo o partido, em especial nas mangas da tarde. Com este resultado, estamos na luta pelo título que é o grande objectivo nesta temporada”, disse Nuno Santos.

O dia começou muito bem para as aspirações de Nuno Santos. Com as afinações perfeitas para o traçado do Estoril, obteve os melhores registos nas duas qualificações e garantiu, desde logo, o primeiro posto para a primeira e para a terceira corridas. Contudo, um problema de caixa já no final da última sessão quase deitava tudo a perder.

 

Nuno Santos foi para a manga inaugural sem quarta velocidade no seu carro e sabia que tinha de minimizar os danos. Apesar dos lugares perdidos no arranque, recuperou e fechou em terceiro. No segundo confronto lutou bastante mas em vez da quarta, ficou sem a terceira velocidade a funcionar e não foi além do quinto lugar.

 

“Sem a quarta velocidade, sabia que perdia em determinadas zonas. Caí várias posições no arranque e nas primeiras voltas estudei os adversários. Adaptei-me às condições e consegui recuperar. Abusei um pouco da embraiagem para que o motor não perdesse tanto nas passagens de terceira para quinta velocidades. Contei com uma excelente afinação no carro feita pela equipa e isso contribuiu para os resultados da manhã, apesar de na segunda corrida as dificuldades terem sido maiores”, explicou Nuno Santos.

 

À tarde, o piloto campeão em título pôde correr com uma caixa nova no carro cedida por um dos seus adversários numa demonstração clara de companheirismo que se vive na competição. Nesta condições, Nuno Santos impôs-se e venceu ambas as corridas.

 

“Agradeço ao Luís Lisboa que me emprestou a caixa de velocidades para a terceira e para a quarta corridas. Demonstra bem o bom ambiente que se vive neste troféu. Isso é o mais importante. Se não fosse esta atitude, estas vitórias não seriam possíveis”, disse Nuno Santos.

 

Depois de uma pausa superior a três meses, Nuno Santos volta à competição já daqui a duas semanas quando a Super 7 by Kia realizar a terceira jornada no Circuito de Jerez, em Espanha.

 

Scroll To Top