Quarta-feira , Maio 22 2019
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Nuno Santos regressa aos pódios no Super 7 by Kia
Nuno Santos regressa aos pódios no Super 7 by Kia

Nuno Santos regressa aos pódios no Super 7 by Kia

Piloto estreou-se com um R300 na segunda corrida

A segunda jornada pontuável do Super 7 by Kia ficou marcada pelo regresso de Nuno Santos aos lugares do pódio. O piloto obteve o terceiro lugar na primeira corrida do fim-de-semana. Na segunda, aproveitou a oportunidade para testar o R300 que vai chegar à competição em 2017 e ficou muito entusiasmado com o potencial do carro.

Num fim-de-semana de corridas no Autódromo Internacional do Algarve, as primeiras saídas para a pista não deixavam antever uma ronda muito positiva. Mas com a tenacidade com que já habituou todos os que seguem o Super 7 by Kia, Nuno Santos não baixou os braços. Procurou tirar partido das condições do circuito e do seu carro. Com o quarto tempo nos treinos cronometrados, entrou para a corrida determinado em chegar ao pódio e conseguiu o objectivo.

“Este terceiro lugar denota a evolução positiva sentida em Jerez. Fico  satisfeito. Senti, mais uma vez, que voltei a ter condições para andar com os mais rápidos. Isso é o mais importante”, disse Nuno Santos.

Este foi um fim-de-semana cheio. A estreia ao volante do R300 não correu como se perspectiva, mas serviu para fazer com que a participação no Super 7 by Kia seja ainda mais aliciante.

O piloto lisboeta não teve a oportunidade de testar como deveria. Nos treinos fez apenas uma volta. Além disso, o carro ficou muito danificado após um acidente na primeira corrida e foi já na hora que antecedia o segundo confronto do evento que ficou pronto para Nuno Santos competir.

A sair da linha das boxes, encarou esta participação como uma experiência para conhecer melhor o carro e, apesar deste não estar totalmente recuperado devido à necessidade de ir para a pista, revelou-se uma boa surpresa. O décimo lugar final com mais de 25 ultrapassagens acabou por ser mais um elemento de satisfação. “Não foi a experiência ideal, mas deixou-me com água na boca para voltar a pilotar o R300. Foi uma corrida sempre a evoluir, apesar de todas as condicionantes. Quero agradecer à McMillan Motorsport pelo grande trabalho que fez para recuperar o carro a tempo de eu correr”, disse.

De volta a casa, Nuno Santos faz uma pausa competitiva inferior a um mês. O piloto do Super 7 #99 regressa no Estoril Racing Festival para a última jornada do troféu que se realiza a 26 e a 27 de novembro.

 

Scroll To Top