Terça-feira , Fevereiro 19 2019
ÚLTIMAS
Home / RALI / O SHOW DE LOEB E O ABANDONO INESPERADO DE MEEKE
O SHOW DE LOEB E O ABANDONO INESPERADO DE MEEKE

O SHOW DE LOEB E O ABANDONO INESPERADO DE MEEKE

 

Enquanto Sébastien Loeb e Daniel Elena, que partiram hoje em Rally 2 e foram autores de três melhores tempos em seis possíveis, projetaram bem alto as cores do Citroën Total Abu Dhabi WRT, Kris Meeke e Paul Nagle foram, infelizmente, vítimas de uma saída de estrada na última Especial do dia, quando ocupavam um expresssivo segundo lugar.

 

Atravessando de um lado ao outro as paisagens remotas de Cap Corse, a primeira Especial do dia (35,61 km), totalmente inédita no rali e particularmente rápida, prometia ser renhida. O mesmo se pode dizer da Especial que se seguiu, igualmente nova no programa, que se disputou na região de Désert dês Agriates, a sudoeste de Saint Florent, em estradas mais rápidas, quase com um circuito.

 

Foi neste exigente piso que Sébastien Loeb e Daniel Elena, que partiram hoje de manhã em Rally 2 após o seu percalço de sexta-feira, resolveram recordar a todos os seus dotes únicos em estrada, vencendo as duas primeiras Especiais do dia. A dupla nove meses campeã do mundo da modalidade foi ainda mais longe ao vencer uma terceira Especial da parte da tarde, de um total de seis Especiais desta segunda Etapa. Com isto, Loeb e Elena totalizaram nada menos de 912 melhores tempos no WRC! Uma prova inequívoca de que o seu nível competitivo está intacto, bem como do elevado grau de performance do C3 WRC na Córsega.

Igualmente motivado na primeira Especial da Etapa, como comprovou a obtenção do terceiro melhor tempo, a apenas 1,9 segundos do seu famoso colega de equipa ao longo dos 35 km do troço, Kris Meeke teve, depois, uma manhã de altos e baixos, mas, mesmo assim, conseguiu segurar o terceiro posto. A Assistência intermédia permitiu ao Citroën Total Abu Dhabi WRT ajustar com precisão o set-up do seu C3 WRC tendo em vista as segundas passagens da parte da tarde. Kris tinha acabado de se juntar a Neuville no segundo lugar à Geral, quando um erro numa nota de navegação fez o piloto entrar depressa demais numa, o que fez o carro sair da estrada na última Especial do dia.

Amanhã (domingo), corre-se a última Etapa e os concorrentes têm pela frente mais um forte desafio, até porque é a Especial mais longa de toda a prova. Trata-se de uma maratona de 55,17 km, entre Vero, Sarrola e Carcopino, dos quais 48,21 km são totalmente novos, tal como nova é a Power Stage que se realiza a seguir.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O QUE ELES DISSERAM…

 

Pierre Budar, Diretor da Citroën Racing

“Para mim, o ponto alto da Etapa foi, obviamente, os três tempos mais rápidos conseguidos pelo Sébastien e pelo Daniel que, mais uma vez, deram provas do nível de competitividade do nosso C3 WRC, se bem que as diferenças para os nosso rivais tenham sido hoje menos expressivas. No fundo, o azar que tiveram ontem é ainda mais lamentável. De qualquer forma, foi a atitude de um verdadeiro campeão: conseguir voltar à prova de cabeça erguida, depois de um incidente, e mostrar toda uma motivação que lhe permitiu apresentar o nível de performance que mostrou neste sábado. Naturalmente que estamos desiludidos com o erro do Kris e do Paul, porque foi um erro que custou muito caro. Ficámos arredados de um lugar no pódio num rali para o qual tínhamos fortes esperanças de obter um bom resultado.”

Kris Meeke

“Estávamos na luta pelo segundo lugar, a dar tudo por tudo, mesmo nos limites. Infelizmente, aconteceu algo que nunca tinha acontecido a mim e ao Paul. Ele baralhou-se um pouco com as notas de navegação, mas isto faz parte dos ralis. Foi a primeira vez que tal nos aconteceu. Já saímos de estrada várias vezes, mas sempre por minha culpa, não dele. É assim: vencemos juntos e perdemos juntos. Tenho a certeza que vamos ultrapassar isto rapidamente.”

Sébastien Loeb

“Foi um excelente dia para nós – melhor que o de ontem, para todos os efeitos! Andei a fundo, como sei que posso andar quando me sinto confortável. Além disso, hoje senti-me bastante confiante ao volante do meu C3 WRC. Dá imenso prazer de conduzir neste tipo de piso. É um carro muito equilibrado, o motor tem um bom rendimento, e estou muito satisfeito por ter feito bons tempos com o carro durante esta etapa.”

 

VOLTA À CORSEGA 2018

CLASSIFICAÇÃO APÓS DIA 3

  1. Ogier / Ingrassia (Ford Fiesta WRC) 2h43’07’’7
  2. Tänak / Jarveoja (Toyota Yaris WRC) +44’’5
    3. Neuville / Gilsoul (Hyundai i20 WRC) +44’’6
  3. Lappi / Ferm (Toyota Yaris WRC) +54’’9
  4. Sordo / Del Barrio (Hyundai i20 WRC) +1’46’’7
  5. Evans / Mills (Ford Fiesta WRC) +1’49’’8
    7. Mikkelsen / Jaeger (Hyundai i20 WRC) +2’13’’5

 

Scroll To Top