Domingo , Maio 26 2019
ÚLTIMAS
Home / RALI / Ogier: “Não tenho qualquer pressão e não tem mais nada a provar.” (por Carlos da Silva)
Ogier: “Não tenho qualquer pressão e não tem mais nada a provar.” (por Carlos da Silva)

Ogier: “Não tenho qualquer pressão e não tem mais nada a provar.” (por Carlos da Silva)

 

Depois de ter efectuado um curto teste de cerca de 40 km em pisos de terra no País de Gales e outros 240 no início desta semana perto de Arne na Suécia num superfície de neve, Sébastien Ogier e o seu co-piloto Julien Ingrassia vão agora gozar um curto período de férias. Depois das festividades da época natalícia e do fim do ano, a dupla francesa irá retomar os testes com o Ford Fiesta RS WRC 2017 na segunda semana de janeiro em pisos de asfalto no sul de França, por forma a se prepararem convenientemente para o Rallye Monte-Carlo .
O “patrão” da M-Sport Malcolm Wilson , diz estar bastante confiante – apesar do curto espaço de tempo que Ogier teve para testar o seu novo carro e do que falta para o início da temporada de 2017, e que será o suficiente para ele encontrar o seu ritmo: “Nós fizemos bastantes testes em pisos de asfalto e estamos confiantes no desempenho do carro. Repare a rapidez com que ele está se adaptado ao carro pelo que realmente não vejo que isso seja um problema para ele. Falei com Sebastien após o primeiro primeiro testes e ele estava feliz. E tenho que afirmar que realmente não havia muito para relatar. Eles estavam conduzindo num estrada rápida e aconselhou-nos a modificar e alterar um par de pequenas coisas que podemos facilmente resolver.”
Quanto a Sebastien Ogier que curiosamente festeja hoje o seu 33.º aniversário afirmou que: “Eu estou evidentemente feliz por poder continuar a batalhar pelo topo, caso contrário eu não teria feito esta escolha. Mas ainda é muito cedo para ter uma opinião muito precisa. Fomos capazes de testar dois dias na Suécia e teremos outro teste antes do Rali de Monte Carlo. Então nessa altura poderei avaliar a situação de forma mais realista.” Optando por não fazer qualquer declaração precipitada, o quatro vezes campeão do mundo foi no entanto algo mais directo em afirmar que: “Eu não tenho nenhuma pressão e não tem mais nada a provar. Mas é óbvio que será difícil levar a Ford ao topo. Uma tarefa difícil, mas como eu já afirmei, isso é algo que me excita! É muito cedo para falar sobre quaisquer detalhes sobre o meu contrato com a M-Sport porque o nosso acordo foi alcançado muito tardiamente, logo ainda há detalhes para serem esclarecido. O pouco tempo que tínhamos foi o mais difícil, mas agora vamos dar o nosso melhor. ”
Quanto a questão da Citroën que alegadamente não mostrou nenhum interesse em o contratar, Ogier comentou que: “Eu preferiria falar sobre a minha atual situação em vez de falar sobre o que não aconteceu. Eu não quero falar sobre quaisquer detalhes sobre as negociações tidas, se tive com esta ou aquela equipa. Isso agora não é importante sobretudo porque o quero agora é me focalizar totalmente sobre o o meu futuro. “

 

Scroll To Top