Sábado , Novembro 28 2020
ÚLTIMAS
Home / TODO-O-TERRENO / PARAGUAY ENTRA PARA O CLUBE DAKAR

PARAGUAY ENTRA PARA O CLUBE DAKAR

 

 

Com a introdução do Paraguai, o Dakar vai visitar o 29º país na sua história, o quinto no continente Sul Americano. Depois o rali ruma à sua mais longa passagem pela Bolívia até ao momento e em particular até à capital La Paz. A Argentina, que fez parte de todas as edições desde 2009, será o palco pela decisiva luta pela vitória em Buenos Aires.

 

PARAGUAI

O Paraguai tem uma população de quase 7 milhões de pessoas e a sua geografia é marcada pela presença de um rio com o mesmo nome e que divide o país nas regiões Este e Oeste. Quando toca a desporto, os paraguaios têm-se destacado no palco mundial graças a dois campeões temperamentais: o guarda-redes Jose-Luis Chilavert, que além de ter sido eleito guarda-redes do ano pela FIFA por três vezes, também marcou 62 golos ao longo da carreira, e pela estrela do ténis Victor Pecci, que chegou à final masculina de Roland Garros de 1979 e hoje é Ministro do Desporto do Paraguai. Ele esteve intimamente ligado à criação do Desafío Guaraní, o evento que, através das suas duas edições, revelou o entusiasmo do Paraguai pelos rali-raids.

 

Asunción

Uma  nova capital vai fazer parte do Dakar. Fazendo fronteira com a Argentina, separada desse país pelo Rio Paraguai, a cidade e os seus subúrbios acolhem quase um terço de toda a população do país. Para receber o maior evento desportivo da sua história Asunción vai oferecer muita cor e incentivo aos concorrentes para a viagem que vão ter pela frente.

 

La Paz

As responsabilidades administrativas do país são partilhadas entre duas capitais. Sucre é casa do Supremo Tribunal. La Paz é conhecida por ser a capital mais alta do mundo, situada 3.600 metros acima do nível do mar… onde a água, por exemplo, ferve a 87ºC. É nesta atmosfera de ar rarefeito que os concorrentes do Dakar 2017 vão ter de recuperar o fôlego…

 

ARGENTINA

Os argentinos têm desfrutado de grandes momentos graças aos concorrentes que defendem as suas cores no rali. Desde 2009 a saga Patronelli tem sido a grande história, com cinco títulos conquistados nos Quads por Marcos e Alejandro entre 2010 e 2016… e a promessa da dupla voltar ao mais alto nível este ano! A honra da Argentina também é bem defendida nos Carros por Orlando Terranova, que justificou o seu estatuto de candidato ao pódio ao terminar por duas vezes na quinta posição. Em Janeiro passado a Argentina esteve também representada no pódio dos Camiões graças a Federico Villagra (3º).

 

Buenos Aires

A capital da Argentina representa muito para o Dakar: foi aqui que tudo começou (outra vez)! Num momento de resposta indispensável ao cancelamento do rali em 2008, os Porteños deram as boas-vindas aos participantes vindos de todos os continentes com o mesmo entusiasmo demonstrado para com os compatriotas. Buenos Aires. A memória de uma multidão na Avenida 9 de Jullio simbolizou, para todos, o início de uma nova era. Buenos Aires, que foi palco da partida e da chegada das três primeiras edições sul-americanas do rali, volta a ser o derradeiro objectivo em Janeiro de 2017.

 

Scroll To Top