Terça-feira , Dezembro 18 2018
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / PEDRO CASTANON EM GRANDE PLANO NA RAMPA DA PENHA
PEDRO CASTANON EM GRANDE PLANO NA RAMPA DA PENHA

PEDRO CASTANON EM GRANDE PLANO NA RAMPA DA PENHA

Esta foi uma das surpresas na rampa da Penha, o regresso ao Campeonato Nacional de Montanha, por parte do Campeão de Montanha de  2014, o piloto espanhol Pedro Castanon, que desta feito veio a Portugal, ao  volante dum Silver Car.

A decisão de participar foi tomada dois dias antes da rampa, e esse foi o desafio para Pedro Castanon, que nem sequer teve tempo de poder testar o Silver Car. Mesmo assim Castanon mostrou a sua fibra de campeão, e sem conhecer o carro, faria nas três subidas os tempos de 1.46.802, para na subida seguinte baixar o tempo para 1.41.695, para na derradeira, debaixo de muita chuva fazer 2.04.468.Segundo o piloto espanhol “ o motivo de perder tempo na ultima subida de prova, que fiz com pneus slicks, para piso seco, quando de repente começa a chover uns minutos antes da minha partida, pois é preciso recordar que quando descemos, o asfalto da Rampa da Penha estava seco, e assim se manteve durante duas horas. Aliás eu estava classificado na 5ª posição á geral, atrás do BRC do António Barros, e antes da ultima subida saí da minha assistência  com pneus para piso seco, mas com os sucessivos acidentes que surgiram com três adversários, de repente o tempo muda, e começa a chover, e eu já não podia trocar de pneus. Por isso estou convicto eu se esta mudança de tempo não tivesse ocorrido, conseguia ficar em 4ª à geral”.

Por isso depois da distribuição de prémios, Pedro Castanon fez-nos o balanço da prova dizendo “ não correu mal, como não tinha testado o carro antes, tive algum receio para não bater, e arrisquei menos. Se tivesse havido tempo para testar o Silver Car, estou convencido que andaria mais depressa, mas mesmo assim já foi muito bom. Depois tive alguns problemas com a caixa de velocidades, e já na fase final com os travões, mas as corridas de automóveis têm destes imponderáveis. Por outro lado, também acusei um pouco de falta de ritmo, pois desde os finais de 2014, que não participei em mais nenhuma prova de Montanha “.

Quanto ao futuro Pedro Castanon adiantou “ para ser franco gostava muito de disputar o Campeonato de Montanha de Portugal, mas estou com  dificuldades em encontrar apoios, vamos lá ver como irão decorrer algumas reuniões, a ver se consigo juntar a verba para poder correr “.Quanto ao carro, o piloto de Santiago de Compostela acrescentou “ para já tenho de arranjar os apoios, e só depois posso pensar num carro, mas o que eu  gostava era duma barcheta, mas os valores são muito elevados, por isso o mais natural seja um carro da classe CM “

 

CLASSIFICAÇÃO GERAL FINAL

 

1º Pedro Salvador – Norma

2º Rui Ramalho – Osella

3º Paulo ramalho – Juno

4º António Barros – BRC

5º Luis Nunes – Seat León

6º Luis Silva – BMW M 3

7º PEDRO CASTANON – SILVER CAR

 

CLASSIFICAÇÃO CATEGORIA   1

 

1º Pedro Salvador – Norma

2º Rui Ramalho – Osella

3º Paulo Ramalho – Juno

4º António Barros – BRC

5º PEDRO CASTANON  – SILVER CAR

 

Scroll To Top