Sábado , Maio 15 2021
ÚLTIMAS
Home / MONTANHA / PEDRO MARQUES VENCE CATEGORIA DOS GT NA RAMPA DA ARRÁBIDA
PEDRO MARQUES VENCE CATEGORIA DOS GT NA RAMPA DA ARRÁBIDA

PEDRO MARQUES VENCE CATEGORIA DOS GT NA RAMPA DA ARRÁBIDA

Foi sem dúvida alguma uma das surpresas desta jornada inicial do Campeonato Portugal Montanha, onde o bracarense Pedro Marques foi o brilhante vencedor.

O piloto de Braga estava determinado a dar luta aos seus mais directos adversários, todos  ao volante dos Porsche GT 3.Na subida da warm-up, Pedro Marques começou logo “ ao ataque”, tendo feito logo o melhor tempo na categoria de GT, tendo feito toda a extensão da Rampa da Arrábida em 2.02.241 à média de 103.07 km/h, ficando assim na frente.  A verdade é que Pedro Marques já se estava a debater com problemas de embraiagem, e por isso acabaria por não fazer a primeira subida oficial de treinos, mas na segunda subida, rapidamente verificou que não tinha o carro a 100%, pois não conseguiu melhor do que o terceiro tempo na categoria dos GT, tendo feito 1.58.744 à média de 106,11 km/h, ficando com o terceiro melhor crono entre os GT. Faltando apenas a primeira subida oficial de prova, Pedro Marques passa “ao ataque”, e acaba por fazer um “ tempão” de 1.54.950 à média de 109, 61 Km/voltando á liderança entre os GT presentes.  Mas mesmo assim o piloto da Mobymotorsport pensando mais além resolveu e muito bem trocar a embraiagem para o bonito Porsche GT3, o que lhe permitiu acabar  as restantes subidas com tranquilidade e pronto para dar réplica aos seus adversários mais directos.

Na manha de domingo, Pedro Marques faz a subida da warm-up 2 com o objectivo de ver como estava o carro, tendo feito “uma subida nas calmas”, alcançando um crono de 2.02.543 à média de 102,73 km/h, sendo o 2º classificado entre os GT.  Sempre na busca dum melhor comportamento para o GT 3, Pedro Marques está na linha de partida para a terceira subida de treinos, onde faz o 3º melhor tempo com 1.58.769 à média de 106,08 km/h.  Chegados à 2ª subida oficial de prova, Pedro Marques passa “ ao ataque”, e faz logo o segundo melhor tempo entre os GT com 1.53.830 à média de 110,69 km/h, sendo o suficiente para ser o brilhante vencedor da categoria dos GT na Rampa da Arrábida.,

Já  com os trofeus na mão, Pedro Marques descreveu-nos como foi esta jornada inaugural, dizendo “ correu bem, no sábado debati-me com problemas de embraiagem, na qual acabei e muito bem por ter de montar uma nova, que me permitiu alcançar esta victória , que de fácil nada teve, mas que teve um sabor especial, lá isso teve, e assim os meus adversários podem contar comigo para as próximas provas “finalizou Pedro Marques, já a pensar na próxima prova, a Rampa de Boticas.

&nbsp

Scroll To Top