Domingo , Dezembro 16 2018
ÚLTIMAS
Home / TODO-O-TERRENO / Pedro Oliveira, António Moreira e Bruno Martins foram os vencedores na Rota do Douro
Pedro Oliveira, António Moreira e Bruno Martins foram os vencedores na Rota do Douro

Pedro Oliveira, António Moreira e Bruno Martins foram os vencedores na Rota do Douro

• Duelo intenso nas duas rodas
• Bruno Ferreira (17 anos) venceu na promoção
• Vencedor nos UTV apenas superado por 3 automóveis

Disputando-se extra campeonato para Motos, Quads e UTV/Buggy a Baja TT Rotas do Douro, que teve lugar com partida e chegada a Vila Nova de Gaia, contou com a adesão de alguns dos pilotos do CNTT.

Nas duas rodas assistiu-se a um duelo interessante entre um piloto que é habitual participante no Dakar Pedro Oliveira e Fausto Mota que é atualmente o 5º classificado do CNTT. O primeiro, aos comandos de uma Honda CRF 250 terminou com uma escassa vantagem de 45s para a KTM SXF 450 utilizada por Fausto Mota.

Entre os Quad, e depois de ter sido o mais rápido no prólogo, o jovem Bruno Ferreira (Yamaha), de apenas 17 anos, que recentemente se sagrou Campeão Nacional na Classe Promoção, teve de se vergar face à experiência do veterano António Moreira (Yamaha). Por curiosidade tanto Bruno Ferreira como António Moreira ocupam a 4ª posição do campeonato absoluto de Quads a um ponto do 3º lugar. Moreira terminou com uma vantagem de 10m05s. De salientar que apenas as duas primeiras motos foram mais rápidas que os dois primeiros classificados dos Quad.

Na competição destinada aos UTV/Buggy a vitória premiou uma excelente corrida de Bruno Martins a utilizar, nesta corrida, o Rage de caixa automática com que no ano passado triunfou na Baja TT Idanha-a-Nova e por isso inscrito na Classe UTV. Já António Ferreira, que tinha sido o mais rápido no prólogo, foi vítima de inúmeros problemas, mas teimou em levar a sua máquina até ao final triunfando entre os Buggy.

De referir que em SS1 (225,66 km) o único troço da prova disputado tanto por automóveis como pelos UTV/Buggy, apenas os três mais rápidos da competição auto conseguiram ficar abaixo do tempo aí realizado pelo Rage pilotado por Bruno Martins.

Apesar de excelentes pistas apresentadas, a organização da prova, que fez a sua estreia no panorama das competições de TT, recebeu inúmeros reparos quanto à marcação do traçado -tendo em conta que motos, quads e buggy/UTV não dispõe de road-book – bem como ao elevado número de zonas de velocidade limitada que não terão sido respeitadas pela maioria dos pilotos sem que daí lhe tenha advindo qualquer penalização. Queixosas foram também as equipas de assistência devido à pouca ou deficiente informação que levou a que algumas equipas tenham perdido muito tempo à espera para reabastecer.

Mais informações sobre a prova em www.gas.com.pt ewww.bajattrotadodouro.com
Resultados em http://cronobandeira.com/bajattrotadodouro

 

Scroll To Top