Quarta-feira , Outubro 28 2020
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Piloto do Team Transfradelos não foi feliz em Guimarães
Piloto do Team Transfradelos não foi feliz em Guimarães

Piloto do Team Transfradelos não foi feliz em Guimarães

 

Tiago Reis não desanima: “É importante termos carros destes, que chamam o público às provas”

Durou pouco a estreia do campeão nacional de Montanha com o espectacular Ford Fiesta RS Cosworth. Um problema na caixa de velocidades obrigou Tiago Reis a desistir ainda na segunda subida de treinos, mas o piloto de Famalicão não baixa os braços e pôde sentir o carinho do público na Rampa da Penha

Tiago Reis e o Ford Fiesta RS Cosworth eram uma das atracções da prova inaugural do Campeonato de Portugal de Montanha, em Guimarães. Na primeira subida de treinos, o atual campeão nacional absoluto comprovou o potencial do carro adquirido na Eslováquia mas na subida seguinte a caixa de velocidades cedeu de forma inesperada: “Numa passagem de segunda para terceira velocidade a caixa ficou encravada e não foi possível continuar em prova. Na altura foi uma grande desilusão porque trabalhámos imenso durante os últimos meses, mas as corridas são mesmo assim. Amanhã vamos abrir a caixa e perceber o que se passou e só espero conseguir ter o carro pronto para a Rampa da Falperra”, referiu Tiago Reis.

Apesar do azar, o piloto do Team Transfradelos sentiu que a sua opção para 2014 foi validada pelo público das Rampas: “No ano passado ganhei corridas e fui campeão com o Norma e nunca tivemos tanta gente à nossa volta como com o Fiesta. Acho que é importante termos carros destes em Portugal, que chamam o público às provas. Veja- se os caso do Audi de DTM que correu na Falperra ou o BMW do (Georg) Plaza. São carros diferentes, que trazem emoção. Foi isso que procurei com o Fiesta e acho que a aposta foi ganha”.

Apesar da discutível decisão da FPAK em incluir o Fiesta RS Cosworth (uma viatura do grupo FIA E1 sem ficha de homologação) na Categoria 3 em vez da Categoria 1 – algo que impede Tiago Reis de pontuar à geral e, portanto, de defender o seu título -, o piloto de Famalicão faz parte de um grupo de concorrentes que vai demonstrar o seu desagrado formalmente à entidade federativa, fazendo depender da eventual resposta a continuidade ou não no campeonato após a próxima prova.

 

Photo: Zoom Motorsport

 

Scroll To Top