Terça-feira , Julho 16 2019
ÚLTIMAS
Home / RALI / Provas do Campeonato de Portugal de Ralis terão Qualificação
Provas do Campeonato de Portugal de Ralis terão Qualificação

Provas do Campeonato de Portugal de Ralis terão Qualificação

 

Publicadas na passada sexta-feira, as Prescrições Específicas de Ralis 2019 para o Campeonato de Portugal de Ralis para a próxima temporada, contemplam a existência de uma qualificação, à imagem do que sucede com o ERC. Esta “Qualifying” que se realiza logo após o Shakedown vai definir a ordem de escolha dos 10 pilotos mais rápidos que por sua vez escolherão a sua ordem de partida. Excepção feita será nas competições organizados sob a égide da FIA, que possuam regulamentação própria.

Artigo 16: PARTIDA – SHAKEDOWN – QUALIFYING – ORDEM DE PARTIDA
16.4 – Estabelecimento da ordem de partida – a ordem de partida será estabelecida pelo Qualifying
16.5 – Shakedown e Qualifying
a) – Normas comuns para a prova de qualificação e shakedown
Em todas as competições do Campeonato Portugal de Ralis, com exceção das competições integradas nos Ralis organizados pela FIA, que possuam regulamentação própria, é obrigatório que o clube organizador, em período anterior ao início da competição leve a efeito a organização de uma prova teste (shakedown). Após a sua conclusão, no mesmo percurso, será levado a efeito uma prova especial de qualificação, obrigatória, para os dez (10) primeiros do campeonato nacional mais os condutores prioritários FPAK/ FIA inscritos no rali. No primeiro rali do CPR serão os dez (10) primeiros classificados absolutos no ano anterior acrescidos dos prioritários.
b) – Este percurso deverá:
– fazer parte do programa do rali mas não integrar os seus resultados.
– deverá ter um percurso com um comprimento entre 2,5 e 4 Km e ter umas características (estado do piso, tipo do traçado, etc.) similares às PECs do rali.
– é autorizado utilizar parte do percurso de uma PEC prevista para o rali.
– recomenda-se que a zona de assistência seja a mesma que vai ser utilizada durante o rali. No caso de não ser possível, devem prever um local suficientemente amplo para colocar todas as equipas que participem nestas duas provas.
c) o shakedown tem de estar montado com uma antecedência mínima de 60 minutos, antes da hora prevista para o início das provas.
– no C. H. deve estar previsto no local de partida do mesmo e devidamente visível um relógio com a hora oficial do rali.
d) – para poderem participar nestas provas, as equipas terão de ter completado as verificações administrativas do rali .
e) – a presença a bordo da viatura durante a prova teste (shakedown), de qualquer pessoa não inscrita regularmente nesse rali, só poderá ocorrer se o respetivo regulamento particular da competição (ou um dos seus Aditamentos) o permitir expressamente, sob a condição de que essa pessoa haja emitido, assinado e entregue à Organização da competição, uma declaração escrita, isentando os Organizadores da competição de toda e qualquer responsabilidade em caso de acidente, assim como tenha feito o respectivo seguro ante a FPAK.

16.5.1 – SHAKEDOWN
16.5.1.1 – obrigatório para o CPR
16.5.1.2 – facultativo para as outras provas
a) – poderão participar apenas as equipas inscritas no mesmo.
b) – dentro do horário estabelecido pela Comissão Organizadora, a primeira meia hora está reservada para os condutores prioritários, pelo percurso da prova de teste (shakedown).
c) – após o términus do tempo reservado aos condutores prioritários, poderão partir todas as outras equipas inscritas.
d) – a ordem de partida é livre. O intervalo entre as partidas não poderá ser inferior a 1 (um) minuto.
e) – um concorrente cuja viatura sofra uma avaria no interior da prova teste (shakedown), deverá esperar que o organizador retire a viatura no final desta prova.
f) – durante o desenrolar da prova de teste (shakedown) não há limitação de pneus (nem em número nem em tipo).
g) – a divulgação de tempos na prova de teste (shakedown) ficará ao exclusivo critério do organizador.

16.5.2 – QUALIFYING – PROVA CRONOMETRADA DE QUALIFICAÇÃO (PCQ) – {Obrigatória nas competições do CPR e em competições candidatas ao CPR)
a) – esta prova está reservada para os condutores prioritários, acrescidos dos 10 primeiros do CPR, que estão obrigados a participar na mesma. A sua classificação servirá para estabelecer a ordem de partida do rali.
b) – um concorrente que tenha abandonado por avaria no decorrer da prova de qualificação ou no setor seguinte à prova cronometrada de qualificação, deverá participar na Cerimónia de partida.
c) – Os condutores integrantes e participantes da PCQ efetuarão 2 (duas) passagens, “Free Pratice” e 1 (uma) de qualificação.
d) – a carta de controle para os condutores que vão participar na PCQ, ser-lhes-á entregue antes da partida da sua primeira passagem pela prova teste (shakedown).
16.5.2.1 – Desenrolar do Qualifyng – PCQ
a) – no primeiro qualifiyng do campeonato os condutores prioritários partirão para a Prova Cronometrada de Qualificação de acordo com a classificação geral no campeonato do ano anterior com um intervalo de 2 minutos, salvo decisão contrária do Colégio de Comissários Desportivos.
b) – a partir da segunda competição do Campeonato os condutores prioritários partirão para a Prova Cronometrada de Qualificação de acordo com a classificação geral absoluta do campeonato.
c) – uma lista de admitidos com a ordem e hora de apresentação no C.H. antes do início da PCQ, será publicada de acordo com o indicado no Regulamento particular do Rali
d) – todos os participantes que não se apresentem na hora indicada na carta de controle no C.H. antes do início da PCQ, será considerado como não tenham efetuado a PCQ.
e) – qualquer concorrente que não participe ou não complete a PCQ, será colocado na lista de admitidos do local de saída após os concorrentes que completaram a PCQ. Se houver vários concorrentes nessa condição, eles serão colocados de acordo com seu lugar na lista de partida da PCQ.
f) – após o términus da PCQ, os veículos devem ser conduzidos de imediato e diretamente para o parque fechado que tenha sido previsto pelo organizador e ai permanecerão até que seja autorizada a sua saída pelos Comissários Desportivos.
A assistência aos veículos que terminam a PCQ é proibida até à sua chegada ao parque fechado.
As infrações a esta regra serão objeto de penalizações a aplicar pelo CCD.
16.5.3. – Atribuição das posições de partida do rali
a) – a ordem de partida para o rali dos condutores prioritários é definida em função do resultado da PCQ.
b) – o condutor mais rápido será o primeiro a escolher, depois o segundo, terceiro, etc. Seguidamente partirão os concorrentes definidos pelo critério do organizador.
c) – o local e a hora para este processo de escolha têm de figurar no Regulamento Particular do Rali.
d) – se por qualquer motivo um condutor não chega à hora marcada para escolher a sua posição, ficará atrás da lista..
e) – todos os outros condutores seguindo critérios de equidade e verdade desportiva.

 

Scroll To Top