Terça-feira , Junho 25 2019
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Racing Weekend visitou Algarve com muita animação
Racing Weekend visitou Algarve com muita animação

Racing Weekend visitou Algarve com muita animação

O Autódromo Internacional do Algarve recebeu a terceira jornada do Campeonato Nacional de Velocidade Turismo (CNVT).

Foi um fim-de-semana quente, com as discussões de posições em pista a estarem completamente alinhadas com o forte calor com que a meterologia nos brindou.

Francisco Mora foi o homem do momento, dominou as sessões de qualificação e venceu as quatro corridas, amealhando uma centena de pontos para o campeonato, que o colocam na segunda posição, com menos oito pontos do que a dúpla Francisco Carvalho e Nuno Batista, os líderes do CNVT.

portimao podium corrida3 Pódium corrida 3 portimao podium corrida4 Pódium corrida 4

Resultados disponíveis em: http://www.raceresults.nu/Results/tabid/59/default.aspx?organisator=2016&evenement=Autodromo+Internacional+Algarve&race=Racing+Weekend+Portim%C3%A3o+-+Formula+4

portimao mora giao Francisco Mora (seat Leon), seguido por Manuel Gião (VW Golf) e Francisco Carvalho (Seat Leon). Corrida 4

portimao lobato carvalho Rafael Lobato (25) e Francisco Carvalho (16) em Seat Leon. Corrida 4

Corrida 4

Francisco Mora (Seat Leon TCR) partiu bem. Manuel Gião (VW Golf TCR) estava apostado em passar para frente e na curva três ganhava uma posição a Francisco Carvalho (Seat Leon Cup Racer), que entretanto via Rafael Lobato (Seat Leon Cup Racer) a colocar-se à sua esquerda, mas como a curva seguinte é uma direita, deu para o piloto da Guarda defender a posição.

José Rodrigues (Honda Civic TCR) partiu do pit-lane. No final da terceira corrida tinha que reabastecer. Ia à box e tal como o regulamento prevê, não pôde recuperar o lugar na grelha.

2ª volta: Manuel Gião apostava em recuperar tempo e aproximava-se do comandante, Mora, o Golf estava a sete décimas.

3ª volta: Gião ganha mais duas décimas e rodava agora a meio segundo. Era o piloto mais rápido em pista, a rodar em 1m 57,490s.

4ª volta: José Rodrigues ultrapassava António Cabral (Seat Leon Cup Racer) e era o quinto classificado.

5ª volta: Rui Dinis (Seat Leon Supercopa) comandava nos TCC, Tiago Ribeiro (VW Golf) era segundo da categoria.

6ª volta: Francisco Mora mantinha-se na frente e Manuel Gião continuava a afirmar-se como a posição ao líder. Até ao momento a diferença mantinha-se com um a ganhar um par de décimas, para logo de seguida o outro as recuperar.

8ª volta: Francisco Carvalho tinha Rafael Lobato completamente colado à traseira, com uma diferença inferior a meio segundo.

10ª volta: Rafael Lobato levou a melhor no duelo com Francisco Carvalho e ganhou o lugar no pódium.

11ª volta: Francisco Mora venceu a quarta corrida, com uma vantagem e oito décimas de segundo sobre Manuel Gião. Rafael Lobato foi terceiro, com Francisco Carvalho a ser quarto, a três décimas. José Rodrigues terminou em quinto, à frente de António Cabral. Rui Dinis levou a melhor sobre Tiago Ribeiro.

Corrida 3

Francisco Mora (Seat Leon TCR) partiu da pole-position e mais uma vez estava sozinho na primeira linha da grelha. O VW Golf de Manuel Gião e Francisco Abreu era obrigado a partir da última posição da grelha, em virtude de não ter ido a parque fechado, no final da segunda corrida. O problema de transmissão do carro alemão estava resolvido.

Mora arrancou bem, a oposição era protagonizada por Cesar Machado (Seat Leon Cup Racer). Ainda na primeira volta José Rodrigues (Honda Civic TCR) ultrapassava Nuno Batista.

2ª volta: Cesar Machado defendia-se dos ataques de José Rodrigues e isso permitia que Francisco Mora pudesse ganhar uma vantagem de cerca de 4,7 segundos.

3ª volta: Cesar Machado é ultrapassado por Nuno Batista e tinha agora que se defender dos ataques de Francisco Abreu que, recorde-se, tinha partido de último. A diferença entre ambos cifra-se nos 29 centésimos, ao passar pela meta.

Nesta altura, José Rodrigues realizava a melhor volta de corrida, com o tempo de 1m 57,203s.

4ª volta: Luís Soares Carneiro dilatava a vantagem que tem sobre Valter Dinis, que estava agora em 19,8s. A liderança nos TCC, aparentemente, estava garantida.

5ª volta: Francisco Abreu subiu para a quarta posição, por troca com Cesar Machado. José Cabral (Seat Leon Cup Racer) encerrava o grupo dos seis da frente.

9º volta: Francisco Mora controlava a corrida, com uma vantagem de 2,7 segundos sobre José Rodrigues. O piloto do Honda, por sua vez, detinha 7,7 segundos de vantagem sobre Nuno Batista. As posições definiam-se, seguem o trio da frente, Francisco Abreu, Cesar Machado, José Cabral, Luís Soares Carneiro e Valter Dinis, respectivamente.

11ª volta: bandeirada xadrez, desta feita sem surpresas de última hora.

portimao rodrigues corrida3 José Rodrigues (Honda Civic)

Diz o vencedor

Francisco Mora

“Foi um fim de semana excelente! O nosso objectivo era ganhar as 4 corridas e efectivamente conseguimos.”

“Sabíamos que ia ser muito complicado, principalmente as corridas da tarde por causa do calor, mas cumprimos o nosso planeamento na primeira corrida e como o Honda, que era o adversário que nos estava a dar mais dificuldades, saiu em último e eu ganhei cerca de 4 segundos nas primeiras voltas. A partir daí foi gerir até ao final.”

“Sabia que esta corrida ia ser debaixo de um intenso calor, seria muito complicado para os pneus e foi o que se verificou. O Manuel Gião tinha também um bom set-up e deu-me bastante trabalho, mas felizmente consegui fazer uma corrida bastante certa, com ritmo forte e consistente. Acho que isso foi a chave para ganharmos esta corrida.”

“Estou contente e só foi pena não termos feito as 4 voltas mais rápidas mas ainda assim foram 100 pontos mais 3 das pole-positions e uma volta mais rápida.”

partida corrda1 portimao Partida da corrida 1 portimao corrida2 Corrida 2 – José Rodrigues (Honda Civic), à esquerda Francisco Mora (Seat Leon), à direita Nuno Batista (Seat Leon)

Corrida 2

José Rodrigues (Honda Civic TCR) partiu bem. Colocou-se em primeiro. Francisco Mora (Seat Leon TCR) vinha logo atrás, com Nuno Batista (Seat Leon Cup Racer) colado.

A partida ficou amputada de metade dos concorrentes. Vários pilotos entraram no pit-lane e não cumpriram o normal procedimento de corrida, em que deveriam seguir para a box, para lá serem assistidos e realizada a troca de pilotos, quando fosse o caso. Quem passou pela box, ficou retido no semáforo vermelho e daí partiu.

2ª volta: o trio da frente rodava separado por menos de um segundo. Cesar Machado (Seat Leon Cup Racer), que tinha partido da box, era quarto. Nos TCC, Valter Dinis (Seat Leon Supercopa), rodava na frente de Luís Soares Carneiro (VW Golf), com cerca de quatro segundos de vantagem.

3ª volta: José Rodrigues assinava a melhor vota da corrida, com 1m 56,277s.

4ª volta: Francisco Mora aproximava-se de José Rodrigues e nas cvoltas seguintes começa a pressionar o homem do Honda.

7ª volta: Francisco Mora passava para a frente e era o novo líder.

9ª volta: Mora tinha uma vantagem de 1,9 segundos sobre José Rodrigues. Em terceiro, a 8,3 segundos, estava Nuno Batista. Cesar Machado era quarto, seguido por Luís Cabral (. Nos TCC Valter Dinis Mantinha-se na frente de Luís Soares Carneiro.

10ª volta: Bandeirada xadrez e o Honda de José Rodrigues ficava pelo caminho, com falta de gasolina. Nuno Batista e Cesar Machado sobiam um lugar no pódium.

O VW Golf de Manuel Gião e Francisco Abreu não chegou a sair da box, devido aos problemas de transmissão da primeira corrida. Os homens da Nova Driver têm maratona de mecânica, para reparar o carro.

podium corrida2 portimao Podium geral podium corrida2 tcc Podium TCC

Corrida 1

José Rodrigues (Honda Civic TCR) quando se preparava para sair para a grelha de partida, chegou tarde e ficou retido na saída da box, onde já estava a luz vermelha ligada. Depois abriram o semáforo e o piloto do Honda saiu para a grelha, partindo da última posição.

Francisco Mora (Seat Leon TCR) partiu da pole-position, sem ninguém ao lado e foi para a frente.

José Rodrigues arrancou como uma bala e ainda na primeira volta colocava-se em segundo.

2ª volta: Francisco Mora na frente. José Rodrigues vinha logo atrás e trazia Rafael Lobato (Seat Leon Cup Racer)a um segundo, que por sua vez tinha Manuel Gião (VW Golf TCR) a cinco décimas.

3ª volta: Francisco carvalho aproximava-se de Gião e rodava a três décimas. Francisco Mora fez a melhor volta em 1m 55,747s.

4ª volta: Francisco Carvalho (Seat Leon Cup Racer)pressionava Manuel Gião. Manuel Gião, Francisco Carvalho e José Rodrigues são advertidos por não respeitarem os limites da pista.

10ª volta: Manuel Gião foi para a box, devido a problemas de transmissão.

11ª volta: bandeirada xadrez. Nos TCC Rui Dinis (Seat Leon Supercopa) leva a melhor sobre Tiago Ribeiro (VW Golf).

podium corrida1 Pódium geral podium corrida1 tcc Póduim TCC

Disse o vencedor: 

Francisco Mora

“Para já foi um bom indicador, ganhamos as duas primeiras corridas.”

“A primeira corrida foi bastante mais complicada do que a segunda, porque estivemos sempre à frente e é bastante mais complicado de gerir, mas mantivemos um bom ritmo, inclusive fiz a volta mais rápida. Foi bastante bom, tentei gerir as últimas voltas mas foi difícil porque o José (Rodrigues n.d.r.) estava a menos de dois segundos e não deu para gerir como eu gostaria.”

“Ganhei na segunda, arranquei um bocado pior e caí para terceiro. Ainda na primeira volta consegui ultrapassar o Nuno Batista e depois fui pressionando o José, fizemos a corrida sempre muito iguais, fomos bastante rápidos.”

“Não consegui fazer a volta mais rápida mas consegui ganhar a três voltas do fim quando tentei ultrapassar o José no final da recta da meta, ele cometeu um pequeno erro e consegui ganhar alguma vantagem.”

“Nas próximas corridas vamos ver como é que corre, em principio tenho tudo para correr bem, para fazer dois pódios de certeza, vamos ver…”

Classificação oficiosa do CNVT após a prova de Portimão

1º Nuno Batista e Francisco Carvalho: 177 pts.

2º Francisco Mora: 169

3º Rafael Lobato e Cesar Machado: 163

4º José Rodrigues: 161

5º Manuel Gião e Francisco Abreu: 147

6º António Cabral e José Cabral: 122

7º Tiago Ribeiro e Luís Soares Carneiro: 84

8º Paulo Ribeiro e Rui Dinis: 38

 

 

Scroll To Top