Sábado , Dezembro 15 2018
ÚLTIMAS
Home / RALI / Rafael Botelho e Rui Raimundo vencem as 2 RM e o RC3 no regional açoriano
Rafael Botelho e Rui Raimundo vencem as 2 RM e o RC3 no regional açoriano

Rafael Botelho e Rui Raimundo vencem as 2 RM e o RC3 no regional açoriano

Rafael Botelho e Rui Raimundo vencem as 2 RM e o RC3 para o CRA, são 2ºs no Nacional de Ralis nas 2 RM e 4ºs no Europeu, no Azores Airlines Rally

Rafael Botelho e Rui Raimundo levaram no final do AAR 2017, o seu DS3 R3T a um conjunto de resultados deveras impressionantes nesta prova do Europeu, que também contou para o CNR Campeonato Nacional de Ralis e para o CRA, Campeonato de Ralis dos Açores, onde se encontram inscritos nestas duas últimas competições.
Vitórias nas 2RM e no Grupo RC3 e 3º lugar à geral absoluto para o CRA, 2º lugar nas 2RM para o CNR e 4º lugar do Europeu também nas 2 RM, foi o impressionante pecúlio amealhado por esta jovem dupla de pilotos que tão boa conta de si deu, ao longo de um rali extremamente duro, longo, com 3 dias de competição ao mais alto nível e muito exigente quer para homens, quer para máquinas, bastando para isso referir que mais de 50% dos pilotos à partida, ficaram pelo caminho.
A dupla da Rafamotorsport, desde início colocou-se na vanguarda das 2RM do CRA, não mais largando essa posição até final, cimentando a diferença para os seus mais diretos perseguidores, em relação aos absolutos começou por colocar-se na sexta posição da geral, acabando o rali num honroso 4º lugar final, ( 3º para os inscritos no CRA ) fruto também das desistências de Moura e Mesquita.
Nas contas do Nacional de Ralis, os jovens pilotos começaram também muito bem e ao final da primeira etapa no fim de sexta-feira, 2º dia da prova, estavam na liderança do Nacional das 2RM, acabando normalmente por perder essa posição no dia de sábado para Gil Antunes, piloto do Clio R3T, mesmo assim o 2º lugar a nível Nacional é um resultado muito importante até porque estará na mira de Rafael Botelho a presença em pelo mais duas provas desse campeonato.
O piloto micaelense comentava assim no final da prova a sua participação:
“Foi um rali intenso, longo, duro e extremamente desafiante. A nível pessoal estou muito feliz com a minha prestação e rapidez. A adaptação ao DS3 R3T correu muito bem e o árduo trabalho realizado pela minha equipa em conjunto com a AutoBarbosa foi fundamental para este êxito. Muito obrigado aos meus patrocinadores pela aposta na nossa equipa, e não há melhor maneira do que iniciar uma temporada, com um vitória!
Uma palavra de gratidão por todo o apoio e carinho que recebi na estrada ao longo dos 3 dias de prova, mais uma vez vocês foram importantíssimos… venha o próximo.”
E o próximo rali, 2º do Campeonato de Ralis dos Açores, será já no final deste mês de abril, nos dias 29 e 30 e será o Rali Sical a ter lugar como habitualmente na Ilha Terceira e que este ano terá a particularidade de disputar ao sábado e domingo.

 

Scroll To Top