Domingo , Dezembro 16 2018
ÚLTIMAS
Home / TODO-O-TERRENO / Ricardo Carvalho vai ao Algarve lutar pela vitória 
Ricardo Carvalho vai ao Algarve lutar pela vitória 

Ricardo Carvalho vai ao Algarve lutar pela vitória 

Piloto Yamaha é terceiro absoluto no campeonato

A equipa Motos VR apoiada pela Yamaha vai estar à partida da Baja TT de Loulé, segunda jornada do Campeonato Nacional de todo-o-Terreno 2018, que nos próximos dias 7 e 8 de Abril vai percorrer os concelhos de Loulé, Alcoutim, Almodôvar, Tavira e São Brás de Alportel.

Nesta prova organizada pelo Clube Automóvel do Algarve e que terá o seu centro nevrálgico em Almancil, a grande aposta da equipa liderada por Vitor Cândido centra-se uma vez mais em Ricardo Carvalho. O atual Campeão Nacional SSV TT2, que na prova de abertura da temporada do CNTT se estreou aos comandos do novo Yamaha Turbo com o qual conquistou o terceiro lugar absoluto entre os SSV e triunfou na Taça Yamaha, promete lutar pela conquista da vitória absoluta.

O veterano Arnaldo Monteiro, que este ano se estreou no CNTT e que se encontra a disputar a Classe SSV T2 para as máquinas sem motorização Turbo, é outro piloto apoiado pela Motos VR que irá disputar a prova algarvia focado no claro objetivo de estar no pódio na sua categoria, pódio que lhe fugiu na Baja TT do Pinhal devido a uma penalização imposta pela falta de experiência com o sistema sentinel.

“Nesta prova queremos dar continuidade ao trabalho que desenvolvemos na Baja TT do Pinhal e confirmar o desenvolvimento do Yamaha Turbo com o qual o Ricardo está a disputar o Campeonato e aos comandos do qual pretendemos conquistar a vitória na categoria SSV T1 e Absoluto. Por outro lado, o Arnaldo Monteiro, que na Baja do Pinhal viu o seu desempenho condicionado pela sua inexperiência o que lhe valeu uma penalização muito pesada para o efeito e para a primeira corrida que fez no CNTT, segue para esta prova focado no pódio da sua Classe SSV T2. É para estes objetivos que temos vindo a trabalhar e é neles que concentramos os nossos esforços”, revela Vitor Cândido.

A Baja de Loulé arranca desportivamente no Sábado com um prólogo que será composto por 5,2 km quilómetros cronometrados. Ainda no sábado os concorrentes vão realizar um troço de 83,04 quilómetros. No dia seguinte, pela manhã, vão executar um setor seletivo com 76,28 km  para, da parte da tarde, ser cumprida uma derradeira especial com 81,6 km de extensão. Almancil será a base da prova estando a ZA de Domingo instalada no Padock da Pista de Motocross das Cortelha.

 

Scroll To Top