Domingo , Maio 26 2019
ÚLTIMAS
Home / RALI / Ricardo Costa Jr. com azar em Mortágua
Ricardo Costa Jr. com azar em Mortágua

Ricardo Costa Jr. com azar em Mortágua

 
A sorte voltou a não bater à porta de Ricardo Costa Jr. O piloto famalicense desistiu devido a um problema mecânico na última classificativa do Rali de Mortágua, prova pontuável para o Campeonato Regional de Ralis Norte.
Depois de uma desistência na primeira prova do campeonato, Ricardo Costa Jr. partia para este rali com o objetivo de amealhar alguns pontos para o campeonato, não se atrasando ainda mais na luta pelo título após o desaire de Fafe.
Tudo se parecia encaminhar tal como planeado, com o piloto navegado por Sérgio Rocha a terminar as duas passagens na Street Stage de Águeda e uma passagem na super-especial de Mortágua no terceiro lugar, fechando assim o primeiro dia de rali numa posição que lhes permitia ambicionar lugares mais cimeiros.
No segundo dia de prova, a dupla da Macominho Sport entrou ao ataque, conquistando tempo ao segundo classificando, acabando por ultrapassar este logo no primeiro troço da tarde de sábado. O rali corria de feição para Ricardo Costa Jr., que segundo o próprio, ainda se encontra num período de adaptação ao carro e ao piso de terra, pelo que a terminar na segunda posição seria o menor dano possível para as contas do campeonato. Mas nada faria prever o que iria passar na última PEC do rali. Ricardo Costa Jr estava isolado no segundo lugar com uma confortável vantagem de mais de 3 minutos para o terceiro classificado, tentando gerir o andamento e tentando evitar erros, mas poucos quilómetros após o arranque para a última classificativa, o Mitsubishi apresentou problemas mecânicos que obrigaram o jovem piloto a terminar prematura e injustamente esta prova.
Apesar da tristeza evidente, Ricardo Costa Jr. destacou alguns pontos positivos nesta prova.
“Não nos foi possível levar o carro até ao final e vimos todo o esforço a ir por água abaixo. É frustrante… Mas pensando mais a frio, retiramos algo de positivo deste fim-de-semana. É frustrante no sentido de resultados e pontuações para o campeonato, mas pelo lado positivo consegui rodar bastantes quilómetros com o Mitsubishi, e foi um rali muito produtivo na minha evolução em pisos de terra. Foi uma das provas que mais gostei de fazer até hoje. Os troços eram bastante técnicos e desafiantes, a competitividade foi bastante renhida, o público presente esteve sensacional, sempre entusiasmado e a apoiar bastante os pilotos, e a organização esteve excelente. Para ser uma jornada em cheio, faltou apenas termos conseguido os nossos objetivos para este fim-de-semana…”
O piloto famalicense quis ainda deixar uma palavra especial à sua equipa e patrocinadores.
“Quero deixar um agradecimento muito especial à Macominho Sport. Sei que isto é tão triste para mim como para eles, porque trabalham tantas horas e com tanto empenho na preparação do carro e no final, algo que não podemos controlar, acaba por ditar o fim da nossa participação na prova. Mas é esta também a magia do desporto automóvel. Sei que a sorte mais tarde ou mais cedo estará do nosso lado! Quero agradecer também ao Sérgio Rocha pelo excelente trabalho de navegação que desempenhou mais uma vez neste rali, e nunca é mais agradecer aos meus patrocinadores por me apoiarem e acreditarem neste projeto. Quero ainda deixar uma palavra à minha família, aos meus amigos, e a todos aqueles que acompanham os ralis em Portugal e nos apoiam incansavelmente. Prometemos que voltaremos ainda mais fortes”

 

Scroll To Top