Domingo , Dezembro 16 2018
ÚLTIMAS
Home / RALI / Ricardo Teodósio mais confiante
Ricardo Teodósio mais confiante

Ricardo Teodósio mais confiante

A prova açoriana que abre o Campeonato da Europa de Ralis tem sempre um sabor especial para Ricardo Teodósio e José Teixeira. A popular dupla algarvia vai disputar nos Açores a segunda prova ao volante do recente Skoda Fabia R5, um carro de última geração, que Teodósio conduziu pela primeira vez no Rali Serras de Fafe. Depois de um primeiro contacto, onde se tiraram sempre importantes conclusões, a equipa assistida pela ARC Sport, já realizou diversos testes para encontrar o ponto ideal ao Skoda.

 

Fizemos alguns quilómetros de testes, para encontrar o set-up ideal e os alinhamentos corretos. Realizámos muito trabalho ao nível das suspensões, tendo encontrado afinações muito positivas. Acho que o carro está no ponto para os Açores”, disse, confiante, Ricardo Teodósio.

 

À maneira que vai conhecendo o Skoda, o sempre espetacular piloto algarvio está cada vez mais confiante. “Quero tentar andar o que sabemos e o que podemos. Ou seja, andar o mais rápido possível, uma vez que considero estar mais à vontade com o carro. Para além dos troços do Algarve, este é um dos ralis que mais gosto de fazer, apesar de ser uma prova longa e trabalhosa.  Partimos confiantes para mais este desafio”, afirmou, com boa disposição, Ricardo Teodósio.

 

Para além dos cuidados técnicos da ARC Sport com o Skoda Fabia R5, e da natural habituação de Teodósio à condução do carro checo, a navegação é demasiado importante para o sucesso que se pretende. A experiência de José Teixeira é vital para que o piloto responda com rigor às notas do seu navegador. Ricardo Teodósio e José Teixeira sabem que tem de haver evolução ao nível das notas.

 

Existe uma nova tendência de notas, que são dadas ao ângulo da curva, e que tem de ser compatibilizada com a relação da caixa”, explica José Teixeira, que diz ainda “existir grande diferença nesta nova tendência de notas, quando a visibilidade é má”.

 

Para o conhecido navegador, existe uma boa dose de confiança para a prova açoriana: “Queremos lutar por uma das posições do pódio entre as equipas nacionais. Como esta é uma prova longa, implica que se faça uma boa gestão de pneus e que se consiga encontrar um compromisso ideal de andamento, especialmente nos troços grandes. Estamos seguramente mais à vontade com o carro, o que nos dá mais confiança”; conclui, com otimismo, José Teixeira.

 

 

 

Scroll To Top