Domingo , Maio 19 2019
ÚLTIMAS
Home / RALI / Rui “Ratinho” lidera tração dianteira no TRRC
Rui “Ratinho” lidera tração dianteira no TRRC

Rui “Ratinho” lidera tração dianteira no TRRC

Quando estamos a menos de duas semanas da realização da última prova do Troféu Regional Ralis Centro (TRRC), o Rallye de Góis, a dupla do Toyota Corolla, Rui Ratinho e Márcio levam vantagem sobre os seus opositores na tração dianteira, nada estando ainda decidido quanto ao campeão desta tração pois à entrada para a última prova apenas 14 pontos separam primeiro e segundo.

Entre os cinco primeiros classificados e, para perceberem o quanto tem sido equilibrado e muito disputado, apenas as duplas Jose r Rui Fontes (Toyota)  e Renato Correia/Filipe Oliveira (Citroen Ax) ainda não desistiram nas sete provas até agora disputadas mas onde a dupla de Lamas (Miranda do Corvo) no seu Toyota venceram a prova de abertura (Penela) e venceram as ultimas três provas disputadas (Miranda do Corvo, Sebal e Pampilhosa da Serra).

Na segunda posição e a 14 pontos da liderança está a dupla de irmãos José e Rui Fontes tambem em Toyota, mas Starlet demonstrando uma grande rapidez e consistência aproveitando a fiabilidade da armada nipónica, eles que venceram a prova de Tábua, alcançaram a 3ª posição nos _MG_3219 (Cópia)ralis do Sebal e Pampilhosa da Serra e a quarta posição nas provas de Penela e Condeixa e Miranda do Corvo estando assim à frente da dupla Gonçalo Figueira/Tiago Amado em Citroen AX que está no degrau mais baixo do pódio apesar de não ter iniciado o ano da melhor maneira com uma desistência no rali de Penela. a dupla da GF Competições logrou atingir a segunda posição nos ralis de Tábua, Sebal e Pampilhosa da Serra e um terceiro lugar na Freixianda e um quinto e décimo em Mirando do Corvo e Condeixa.

O outro Citroen AX presente no TRRC da dupla Renato Correia/Filipe Oliveira da Correia Motorsport ocupam a quarta posição da tração a escassos 22 pontos do terceiro lugar, sendo os seus melhores resultados um terceiro lugar em Tábua e depois um quarto na Pampilhosa e um quinto no Sebal.

Na quinta posição desta tração surgem os irmãos Duarte e Miguel Neves no seu Renault “abelhinha” 5 que tem surpreendido tudo e todos este _MG_2807 (Cópia)ano, naquela que é a sua primeira época completa no TRRC. Usufruindo do conhecimento do tereno esta dupla alcançou a terceira posição em Condeixa e a quarta nos ralis da Freixianda e Sebal demonstrando a raça do pequeno mas irriquieto R5.

Na sexta posição surje o “leão” da dupla Alexandre Ferreira e Pedro Lopes no seu Peugeot 309, eles que já encerraram a sua participação este ano no TRRC tendo como seus melhores resultados a vitória em Condeixa e Freixianda, o terceiro e quarto lugar em Miranda e Tábua respectivamente. Mesmo que não tenham participado nas provas todas pois falharam o rali de Penela e após a desistência no Sebal optaram por encerrar a sua participação no TRRC de 2014, esta dupla estava a animar esta classe e dando espectaculo e disputando sempre as primeiras posições.

_MG_3816 (Cópia)_MG_2703 (Cópia)Vitor Semedo e Andreia Baia são os sétimos classificados na tração dianteira. Eles que iniciaram o ano aos comando do Peugeot 205 mas que no rali de Condeixa se apresentaram à partida de um Peugeot 306, tendo alcaçado o 7º lugar nas provas de Penela e Sebal, o 8º em Miranda do Corvo e o 10º na Freixianda mas que contam ja com as desistências nos ralis de Tábua e Pampilhosa da Serra.

A vinte pontos do sétimo lugar encontra-se a dupla de irmãos Nuno e João Martins no Peugeot 309 da Oreca Competiçoes. Apesar de ter falhado a participação em Penela, Tábua e no Sebal esta dupla consegui amealhar 30 pontos do 5º lugar nos ralis da Pampilhosa e Freixianda e o 7º e 9º lugar nos ralis de Condeixa e Miranda do Corvo.

_MG_3086 (Cópia)O Peugeot 205 da equipa V&A Competições, tripulado pelo Vitor Godinho e Ana Lourenço ocupam a 9ª posição e isto apesar da não comparência no rali de Tábua e as desistências no inicio da temporada nos ralis de Penela e Condeixa . O rali da Pampilhosa foi onde esta dupla conseguiu a sua melhor classificação no TRRC deste ano com um 7º lugar na tração. No Sebal alcançaram o 9º, na Freixianda o 12º e em Miranda do Corvo a 13ª posição.

O décimo posto na tração dianteira após a realização da sétima prova é ocupada pela dupla Bruno Marques/Bruno Oliveira no Opel Kadett (ex-Jorge Carvalho) que não têm comparecido desde o rali de Tábua mas que ainda assim alcançaram um brilhante 3º lugar no rali de Penela, um 6º em Condeixa e um 8º no rali da Freixianda.

 

 

Scroll To Top