Quarta-feira , Junho 19 2019
ÚLTIMAS
Home / MOTOS / Sebastian Bühler (Husqvarna), e Roberto Borrego (Yamaha) vencem em Reguengos
Sebastian Bühler (Husqvarna), e Roberto Borrego (Yamaha) vencem em Reguengos

Sebastian Bühler (Husqvarna), e Roberto Borrego (Yamaha) vencem em Reguengos

Sebastian Bühler, em Husqvarna, e Beto Borrego, em Yamaha, foram os grandes vencedores da Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal, a quinta jornada do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno, depois de ontem terem sido também os mais rápidos do dia nas respetivas competições.

Nas motos, o jovem piloto Sebastian Bühler impôs-se no troço de 78 km que se disputou esta manhã terminando a prova alentejana com uma vantagem 05m03s para o segundo classificado: “correu tudo bem. A etapa era pequena, tinha apenas 78 km e não tive contratempos. Acabou por ser mais fácil porque já conhecíamos o percurso, que já tínhamos feito ontem, e foi bom sair de Reguengos com a vitória. Hoje foi só gerir a corrida, porque já tinha uma vantagem larga, por isso foi tranquilo”, contou Sebastian Bühler que também venceu a classe TT2.

O Campeão Nacional António Maio, que experimentou pela primeira vez nas provas do CNTT a Yamaha Rally utilizada no Dakar, terminou em segundo lugar a sua prova de estreia da temporada 2019 do CNTT: “foi uma boa experiência andar com a mota do Dakar aqui nas pistas do Alentejo. Apesar de inicialmente, devido ao peso, ter sentido uma diferença grande, acabei por ficar muito confiante com a mota. O objetivo é habituar-me a ela e ser rápido para continuar a manter um ritmo forte. Foi uma prova positiva e noto que evoluí durante as etapas. Ainda há muito trabalho a fazer na mota, mas estamos num bom caminho para que a preparação do Dakar de 2020 seja melhor do que a que fiz o ano passado”, revelou.

Bruno Borrego, em KTM, repetiu em Reguengos de Monsaraz o pódio aqui alcançado no ano passado e a ele juntou a vitória em TT3.

Bernardo Megre, em Husqvarna, foi o mais rápido das TT1 e o 6º lugar de Salvador Vargas, em KTM, permitiu-lhe manter a liderança do Campeonato e sagrar-se, a duas jornadas do fim, campeão TT3. Entre os veteranos a vitória foi, uma vez mais, para Armindo Neves e na classe Promo venceu Vitor Lopes.

Na competição destinada aos Quad, o duelo entre Roberto Borrego e Luís Engeitado, ambos em Yamaha, pendeu para o primeiro que terminou com uma vantagem de 3m44s para o piloto de Ponte de Sor que na derradeira especial fez ainda uma paragem para socorrer um motard acidentado: “foi uma prova dura, mas estou feliz com esta vitória pois não foi fácil. Estive algum tempo parado no troço para assistir um piloto das duas rodas que estava acidentado, mas depois saí com vontade de ganhar a corrida porque se quiser ser campeão vou ter que vencer todas as corridas até ao final do campeonato. Então arrisquei tudo e ainda consegui passar o Luís em pista. No final a organização repôs o tempo que eu perdi e foi possível alcançar a vitória aqui em Reguengos”, contou o piloto de Portalegre.

Já Luís Engeitado revelou: “correu tudo bem, mas foi uma prova dura. Hoje estava bastante cansado devido ao percurso de ontem. Mas, foi uma corrida bem disputada”, contou.

Carlos Ribeiro (Honda) foi o 3º classificado desta competição.

 

Scroll To Top