Domingo , Maio 26 2019
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Segundo lugar de José Rodrigues marca estreia auspiciosa no Campeonato Nacional de Velocidade 2016
Segundo lugar de José Rodrigues marca estreia auspiciosa no Campeonato Nacional de Velocidade 2016

Segundo lugar de José Rodrigues marca estreia auspiciosa no Campeonato Nacional de Velocidade 2016

 

José Rodrigues teve uma estreia auspiciosa no Campeonato Nacional de Velocidade 2016, conseguindo na terceira corrida do programa do Circuito de Braga, disputado este fim-de-semana, ser o segundo classificado.
Nesta jornada inicial da época, o piloto da capital do Minho teve dois dias diferentes, cumprindo duas corridas no sábado e mais duas no domingo.
Começando pela jornada dupla de domingo, arrancando em terceiro na primeira corrida, rapidamente foi para a frente. Com um andamento muito forte e constante, liderou as primeira nove voltas e tudo indicava que pudesse vencer, mas um toque de um adversário deitou tudo a perder: “Estava motivado e determinado em vencer as duas corridas. A equipa GEN Motorsport colocou-me o carro em ótimas condições depois dos problemas de sábado”, começou por referir, prosseguindo: “Arranquei bem, rapidamente cheguei a primeiro e abri uma boa vantagem. Depois, comecei a perder terreno, porque o Honda Civic será o carro com maior desgaste de pneus nesta pista. Mesmo assim, penso que tinha tudo para vencer e estava a controlar, mas infelizmente o Francisco Mora deu-me um toque, colocando-me fora. Não considero que tenha sido maldoso, mas só consegui ser segundo”.
Para a derradeira corrida do fim-de-semana, José Rodrigues voltou a estar forte no arranque, mas depois não conseguiu manter o ritmo rápido: “Comecei a ter alguns problemas com os pneus. Tentei controlar, mas levei um toque ligeiro, fazendo um pião e caí para quinto. Ainda recuperei um lugar, mas não deu para mais”, disse.
No sábado, apesar de tudo, José Rodrigues esteve em bom plano, mesmo com um dia algo conturbado: “Tive uma estreia com algum azar. Arranquei bem nas duas corridas e na primeira cheguei logo ao terceiro lugar, tendo mesmo a possibilidade de chegar a segundo. Decidi não arriscar demasiado e andei em terceiro uma volta, mas logo a seguir fiquei com um problema elétrico que danificou a direção assistida, e ainda sofri uma saída de pista. Tive que entrar nas boxes para resolver, mas ainda deu para terminar”, afirmou José Rodrigues, que foi nono.
Para a segunda corrida de sábado teve que partir da última posição, mas havia que tentar recuperar e foi isso que fez nos primeiros instantes: “Por consequência da saída de pista da corrida anterior, senti que o carro não estava bem. Verificamos depois que, partiu-se o suporte do spoiler dianteiro e este rasgou o pneu dianteiro direito, tornando o carro impossível de guiar” disse o piloto que desta vez foi quinto: “Pelo menos, terminei as duas corridas”, confidenciava.
Em jeito de conclusão, José Rodrigues saiu satisfeito desta jornada inaugural: “Fica uma estreia muito positiva em Portugal neste campeonato, de um piloto que tem poucos anos de carreira, mas estou cá para andar nos lugares da frente”, concluiu.

 

Scroll To Top