Segunda-feira , Maio 20 2019
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Single Seater Series 2017 começa com o GT Open
Single Seater Series 2017 começa com o GT Open

Single Seater Series 2017 começa com o GT Open

A Single Seater Series arranca, no próximo fim-de-semana, para a quinta temporada consecutiva. O tiro de partida daquela que é a única competição de fórmulas em Portugal está marcado para o Autódromo do Estoril, durante a visita do campeonato Internacional GT OPEN.
O ano de 2017 começa com uma grelha com muita ambição de vários jovens lobos candidatos aos Podiums da Formula Ford Zetec, à procura de um lugar ao sol no panorama do automobilismo nacional e internacional. A estes juntam-se os gentlemen drivers que
competem ao volante de vários monolugares exclusivos e cheios de classe.

No total, são 18 os pilotos, incluindo dois Pilotos Espanhóis que se inscreveram para competir na primeira prova do ano. Se o número de participantes não foi além do esperado, foi apenas porque temos várias equipas, principalmente nas categorias Kent e Vauxhall, que não vão
marcar presença, muitos por razões pessoais e/ou profissionais, pois a sexta-feira influencia especialmente os Gentlemen Drivers que tem as suas ocupações profissionais e alguns não conseguiram comparecer. Tal motivo justifica a expectativa de, na jornada seguinte, em Braga
tenha ainda mais carros presentes.

Os Jovens lobos surgem as equipas com carros dotados de motores Zetec. É aqui que estão alguns jovens pilotos que encontraram na disciplina o espaço natural para desenvolverem as suas carreiras desportivas e que contribuem para o elevado nível competitivo da modalidade.
Na batalha pelo vitória que se espera muito renhida, há quatro estruturas que se apresentam, à partida, como favoritas. A CRM Motorsport apresenta-se com a responsabilidade de defender o título conquistado por José Pedro Faria em 2016. Para isso recrutou Miguel Lobo,
que no ano passado já consegui um podium na sua estreia na categoria e Duarte Carvalho, mais um piloto que fará a adaptação dos circuitos vindo dos Karts. Por outro lado a Comval Racing, repete a aposta com Diogo Sousa, que terminou no terceiro lugar em 2016 com 5
Podiums, apostando esta temporada num chassi mais moderno. Já a G-Tech, que venceu a competição em 2012 e em 2013, volta em 2016 a ter grandes esperanças. Duarte Pires, vencedor da rookies cup em 2015, venceu corridas 2016 e é claramente um candidato ao
título. A equipa com mais carros na Single Seater Series tem ainda mais quatro Zetec, com alguns carros a mostrarem bom andamento durante a pré-epoca.

Por último, a Gianfranco Motorsport terá no Espanhol Josep Benito e no Português “Ginho” Rodrigues duas duplas que podem surpreender. Depois de em 2016, a estrutura ter uma época inconstante, com muitos Pilotos diferentes e muitos altos e baixos, em 2017 espera-se uma época mais constante dos Pilotos.
Estão reunidas todas as condições para, já nas duas primeiras corridas do ano, se assistir a discussões emotivas em pista. A isso podemos, ainda, juntar outro aliciante. Entre os 15 Formula Ford Zetec inscritos, as equipas mais “pequenas”, devido à baixa manutenção de um
Formula Ford, podem causar surpresas com um chassis bem alinhado e um piloto talentoso.

Os exemplo de Miguel Matos, que em 2016, venceu a ultima prova do ano, superiorizando-se  ao campeão em titulo e obviamente um dos favoritos para 2017, mas também de Manuel Fernandes Jr, que após uma prova menos conseguida no Algarve volta em força este ano.

Entre os Gentlemen Drivers com Kents e Fórmula Vauxhall vamos ver com atenção quem irá ganhar esta batalha que delicia o público com os bonitos fórmulas mais antigos mas igualmente bem preparados. Destaque para Paulo Vieira, António Santos Mendonça e Rafael
Murjal que se estreia com um novo Kent.

De destacar também, o Formula “Super Tuga” da Funspeed, totalmente construído em Portugal. Com um jovem Piloto Espanhol ao volante, poderá ser um favorito na “Rookies Cup”, tal como acontece com João Silva da First Driver e André Castro Pinheiro da Peres
Competições. No total são A prova do Estoril marca o início de uma temporada com cinco jornadas. Esta prova em conjunto com o GTOPEN e com excelente moldura humana é a oportunidade que muitos pilotos têm de mostrar o seu valor e de começar a época da melhor forma.

Para o organizador das Single Seater Series, Diogo Ferrão, os dados agora lançados legitimam as elevadas expectativas em torno da competição. “O conceito das Single Seater Series junta o melhor de dois mundos. Por um lado, é uma verdadeira escola que formou grandes nomes do automobilismo nacional e em que jovens lobos encontram condições para evoluírem e crescerem.
Por outro lado, os gentlemen drivers podem tirar partido dos carros que têm e desfrutar da competição no seu máximo. Este ano parece-me que será muito equilibrado com pelo menos 9 pilotos que irão discutir podiums. A primeira jornada, é sempre muito entusiasmante ver
quem começa o ano com mais andamento e quem irá “encontrar” o andamento durante a época.”, afirmou.

 

Troféu Mini começa no Autódromo do Estoril

 

O Trofeu Mini irá ter a sua estreia, no próximo fim-de-semana, no Autódromo do Estoril. O Troféu que já tem 10 carros prontos a competir, irá arrancar junto com o campeonato Internacional GT OPEN. O conceito do Troféu é permitir corridas equilibradas em carros pouco potentes, mas muito divertidos de conduzir. Ao realizar um Troféu com Mini Clássicos e com a qualidade da organização da Race Ready, garante-se que apesar do baixo custo de aquisição, que o troféu não será um troféu low-cost, mas sim um troféu divertido e cheio de classe para todos os envolvidos, desde pilotos, público e patrocinadores.

O troféu segue o regulamento do troféu inglês “Mighty Mini”. Assim, são permitidos Mini 1.3 MK4 SPI e MPI segundo as regras inglesas. Os carros podem ser comprados em Inglaterra por valores entre 5000£ e 7000£ prontos a correr ou pode ser comprado apenas o “kit” por cerca de 3500£ e montar num carro de série. O Trofeu Mini será patrocinado pela GTS Garantia Automóvel. Terá ao volante 15 Pilotos com idades entre os 30 e os 60 anos, sendo que muitos deles estreiam-se em circuito enquanto outros tem já alguma experiencia em provas de clássicos e modernos. De notar que a competição não permite Pilotos profissionais com graduação Silver, Gold e Platinium. Quanto a favoritos, neste momento não existem.

Os Pilotos tem currículo muito diferentes e a grande maioria irá guiar pela primeira vez um Mini no Estoril apenas nos treinos cronometrados. Assim, os poucos Pilotos que já tiveram essa experiencia, acabam por ter alguma vantagem na primeira prova do Troféu. Infelizmente dos 10 carros previstos, o carro do Daniel Ruvina não ficou pronto a tempo dos 10 Minis em Portugal, apenas irão participar 9. Na época de 2017, estas provas serão disputadas em conjunto com a CSS Group 1b e 3b, dado que os níveis de performance são semelhantes, prevendo-se uma competição independente em 2018. Segundo Diogo Ferrão “O Trofeu é o meu projecto especial para 2017. Em primeiro lugar agradecer à GTS Garantia Automóvel a sua aposta neste trofeu como patrocinador.

O Trofeu com Minis Clássicos não pretende ter grandes ambições nem encontrar nenhum Schumacher ou Senna. Pretende-se um trofeu onde o “divertimento” é a palavra-chave, com corridas competitivas e interessantes para Publico e Pilotos, tudo a um custo bastante acessível que deixa felizes Sponsors e Pilotos.”

 

Programa Single Seater Series no Estoril GT OPEN
Sexta, dia 28 de Abril
13h00-13h20 – Treinos Livres
Sábado, dia 29 de Abril
12h35-12h55 – Treinos Cronometrados

Domingo, dia 30 de Abril
10h30-10h50 – Corrida 1
17h10-17h30 – Corrida 2

 

 

Scroll To Top