Domingo , Outubro 24 2021
ÚLTIMAS
Home / TODO-O-TERRENO / Tiago Reis e Helder Oliveira separados por 4s na liderança da Baja TT Montes Alentejanos
Tiago Reis e Helder Oliveira separados por 4s na liderança da Baja TT Montes Alentejanos

Tiago Reis e Helder Oliveira separados por 4s na liderança da Baja TT Montes Alentejanos

 

 

Tiago Reis, navegado por Valter Cardoso aos comandos de uma Toyota Hilux, lidera entre os automóveis a Baja TT Montes Alentejanos disputado que foi o primeiro dia desta corrida alentejana que marcou a abertura do Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno.

 

O piloto de Braga, que também foi o vencedor do prólogo desta competição, dominou grande parte da corrida, mas no derradeiro setor seletivo chegou a perder a liderança para Helder Oliveira que andou sempre na luta pelos lugares da frente e foi o mais rápido neste SS3.

 

Apesar de estar na frente da prova, o dia de Tiago Reis acabou por ser marcado por uma situação menos positiva: “O dia foi bom, mas estamos muito tristes com este último setor. O roadbook não está bem marcado. Aquilo que mais me entristece, ao fim de tantos anos no TT, foi ter visto uma estrada cortada como vi hoje. Não sei se foi por ser eu a abrir a pista, mas lamento imenso terem-no feito. Deviam ter vergonha. Todos nós damos o nosso máximo no sentido de contribuir para o desporto. Cortarem uma estrada para prejudicar os adversários? Estou muito descontente com esta situação. De qualquer modo, amanhã estaremos cá para continuar”, contou o piloto.

 

Helder Oliveira, acompanhado por Carlos Jorge Mendes em Ford Ranger, foi o segundo classificado do dia depois de ter terminado em quarto lugar o prólogo de 6 km que se realizou esta manhã. O piloto de Barcelos regressou às competições nesta Baja TT Montes Alentejanos e mostrou-se satisfeito com o primeiro dia de corrida o qual terminou com uma curta diferença de quatro segundos para o primeiro lugar: “estávamos parados desde Reguengos. Começámos com um bom prólogo. Conseguir o quarto tempo foi muito bom. À partida para o SS2 apanhámos um susto. O carro começou a perder gasolina pelo respiro pouco antes de partirmos. Foi complicado conseguir estancar. Fizemos o troço todo a sentir o cheiro a gasolina, o que nos causou alguma ansiedade. Pensávamos que estávamos a perder muito combustível e que podíamos não acabar. Felizmente conseguimos terminar o troço em terceiro. No último setor seletivo não tivemos quaisquer problemas, andámos o mais rápido que conseguimos, já com pouca tração, mas conseguimos vencer a especial e subir ao segundo lugar após a primeira etapa. Foi um ótimo resultado e estou muito contente”, comentou.

 

João Ramos navegado por Filipe Palmeiro, que na véspera da corrida tinha sofrido um percalço quando reconhecia o prólogo de bicicleta, acabou por não ser feliz tendo a sua Toyota tombado quando o piloto ocupava o segundo lugar. Fora de prova ficou também Alejandro Martins, outro dos candidatos à vitória depois de o seu Mini ter dado um toque que o impediu de continuar.

 

O terceiro lugar é ocupado pelo espanhol Luís Recuenco, navegado por Sérgio Jimenez. Pedro Dias da Silva (Ford) acompanhado por José Pires terminou em quarto lugar a 27 segundos do terceiro classificado e Henrique Silva, navegado por Henrique Damásio aos comandos de um Mini Paceman Proto, são os quintos classificados.

 

Na classe T2 Georgino Pedroso, navegado por Carlos Silva em Isuzu, lideram a competição o mesmo acontecendo nos T4 com a dupla Gualter Barros/Francisco Esperto enquanto nos T8 são Michael Braun e Ivo Santos quem ocupa a primeira posição.

 

Na Taça de Portugal de Todo-o-Terreno está na frente a dupla formada por Cesário Santos e Alexandre Gomes que estão aos comandos de uma Nissan.

&nbsp

Scroll To Top
Posting....