Sexta-feira , Junho 5 2020
ÚLTIMAS
Home / VELOCIDADE / Tiago Vilela e Hugo Negrais são campeões
Tiago Vilela e Hugo Negrais são campeões

Tiago Vilela e Hugo Negrais são campeões

 

Está cumprido o objetivo principal de Tiago Vilela e Hugo Negrais no Desafio Único, Categoria 2, pois são os novos campeões, repetindo o feito de 2011, na Categoria 1, depois da derradeira jornada disputada este fim-de-semana no circuito Vasco Sameiro, em Braga.
Chegados a este último confronto a dupla de Braga apenas tinha a necessidade de ser oitava na primeira das duas horas de prova e a tarefa foi cumprida, mas sem antes alguns percalços: “Tivemos problemas de motor e a equipa teve que recorrer a um motor suplente”, começou por explicar Tiago Vilela, acrescentando: “Fomos segundos nos treinos cronometrados, mas quando me preparava para a corrida, o botão do motor de arranque deixou de funcionar e tive que partir das boxes em último”.
Com esta falta de sorte, havia que arriscar tudo e foi isso que sucedeu: “Foi sempre a recuperar até chegar a terceiro, posição em que entreguei o carro ao Hugo Negrais”, disse ainda Tiago Vilela não esquecendo de agradecer à equipa “PP Motorsport, a Diabolicus, e a todos os patrocinadores, pois este titulo também é deles”.
Foi a vez de Hugo Negrais entrar em pista para o seu turno de 60 minutos, apenas para cumprir a sua parte: “Depois de um turno muito bom do Tiago Vilela, andei bem, somando mais alguns pontos, mas o objetivo principal já estava alcançado na primeira hora e não havia pressão”, começou por adiantar Hugo Negrais, que terminou esta parte em quinto,
Na hora de festejar, o piloto da capital do Minho não esqueceu de agradecer: “A todas as pessoas que nos acompanharam durante a época. Foi um ano de muito trabalho e é justo que nos lembremos da PD Auto, PP Motorsport, Diabolicus, e todos os outros patrocinadores. Não posso deixar de dar um grande agradecimento ao meu pai nesta hora espetacular para a nossa equipa”.
Mas como esta derradeira jornada estava englobada numa corrida de quatro horas, havia ainda mais duas a cumprir extra Desafio Único, com outros dois pilotos: César Machado e Paulo Andrade.
No final, o terceiro lugar final significou uma subida ao pódio e mais um motivo para toda a equipa festejar.

 

Scroll To Top