Quarta-feira , Fevereiro 20 2019
ÚLTIMAS
Home / TODO-O-TERRENO / VITÓRIA DE NANI ROMA NA FESTA DO TÍTULO DE JOÃO RAMOS
VITÓRIA DE NANI ROMA NA FESTA DO TÍTULO DE JOÃO RAMOS

VITÓRIA DE NANI ROMA NA FESTA DO TÍTULO DE JOÃO RAMOS

O estreante Nani Roma, no Mini JCW Rally da X-Raid, sagrou-se vencedor, na tarde deste sábado, da 32ª Baja Portalegre 500, depois de dominar, desde o primeiro dia, a prova de encerramento da Taça o Mundo de Cross Country organizada pelo ACP. Na decisão do título nacional de TT, João Ramos (Toyota Hilux) foi quem fez a festa, ao sagrar-se campeão pela primeira vez, num duelo com Hélder Oliveira (Mini) que terminou quando este, no penúltimo setor seletivo, ficou com a transmissão partida.

Dos outros candidatos à conquista do título de campeão português, Tiago Reis, devido a problemas elétricos no Mitsubishi Lancer surgidos na noite de sexta-feira, já nem partiu para este segundo dia de competição, enquanto Pedro Ferreira (VW Amarok) despistou-se de manhã, no decurso do SS3.

Apesar de competir pela primeira vez nas estradas de terra alentejanas, Nani Roma liderou em Portalegre a partir do segundo setor seletivo, seguido de perto pelo seu colega de equipa Stéphane Peterhansel (Mini), que nos últimos 211,56 quilómetros pôde reduzir a sua desvantagem para uma diferença final de apenas… 58 segundos.

“Furámos dois pneus na mesma pedra, o que nos causou algum stress, mas tínhamos um avanço grande para o Stéphane, suficiente para manter a nossa posição e ganhar. Gostei imenso da prova, com muito público, a quem agradeço o apoio, e foi um excelente teste para o Dacar, pois o Mini esteve perfeito”, disse o vencedor, Nani Roma.

Os pilotos portugueses acabaram por ter um bom desempenho nesta Baja Portalegre 500, com destaque para Paulo Rui Ferreira (Toyota Hilux), que graças ao andamento rápido e bastante regular conquistou um lugar no pódio, atrás dos dois Mini da X-Raid, e na frente do novo campeão nacional, João Ramos, cujo ritmo esteve condicionado pelo objetivo de garantir o título, como reconheceu no final:

“Foi uma prova em que apenas estivemos de olho no campeonato. Andar devagar custa muito e não dá qualquer prazer, então no mau piso é incrível a pancada que levamos no corpo… De qualquer modo, estamos felizes e muito satisfeitos, tal como a equipa, por este resultado que nos garantiu a conquista do título”.

Por último, e relativamente a competições cujo desfecho estava ainda em aberto face ao resultado desta Baja Portalegre 500, refira-se que Pedro Dias da Silva (autor de um notável 9º lugar absoluto) garantiu a renovação do seu título no Desafio Total Mazda 2018, enquanto o espanhol Jose Luis Pena Campo (Polaris Rzr 1000) regressa a casa com o título de vencedor da Taça do Mundo na categoria T3.

 

Scroll To Top